• Cuiabá, 19 de Julho - 00:00:00

A máxima de Aquiles


Sonia Fiori

Conta a história que Aquiles - herói na mitologia grega - e que integrou várias batalhas - leia-se a Guerra de Troia - resistia para não entrar numa briga. 

No filme (2004) Troia - baseado no poema épico Ilíada atribuído a Homero - Aquiles chega a mencionar - em determinado momento, que líderes em confronto deveriam se digladiar numa arena.

A ideia central seria a de que os homens não deveriam entrar em luta por causas muitas vezes longe do interesse do povo. 

Ainda seguindo a seara do filme - Aquiles após conversar com sua mãe - Tétis, o fez analisar a possibilidade de entrar para a história, ao aceitar a missão de fazer parte da Guerra de Troia. E assim foi!  

Pois bem, o mundo padece na aflição - num mar de guerras, confrontos, disputas, ataques, enfim, parece mesmo que o ser humano não evoluiu muito - em termos de aprendizado espiritual. 

A violência só gera mais violência. É estarrecedor o nível de brutalidade e barbáries que estamos vendo diariamente, nos países em batalha, ou no Brasil. 

Volto a afirmar: essa luta está além dos olhos - é intrínseca ao campo espiritual. 

O caso que deixou a maioria absoluta da sociedade perplexa hoje no Estado de Mato Grosso, de criminosos que mataram três motoristas de aplicativo e depois confessaram ter "prazer" de assassinar (a facadas e pauladas) trabalhadores, provoca indignação..

Então alguém sugere que eles devem passar por um exame de sanidade mental.

Eu realmente penso ser desnecessário.. Eles são simplesmente a real representação do lado ruim, de tudo que devemos enfrentar na batalha da vida eterna. 

Na misericórdia de Deus, há perdão para todos. Mas enquanto essas criaturas persistirem em seguir o mal - cabe a nós rezar. 

O poder da oração é um fato - comprovado empiricamente  - inclusive / e torcer pela Justiça aqui - porque a Divina não falha!

E enquanto ainda estamos por essas bandas - que seja imperativo o "dilema" de Aquiles - se há sentido na guerra.. Penso que somente nessa, que poucos conseguem ver..




Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados com *

Nome:
Email:
Comentário: