• Cuiabá, 19 de Julho - 00:00:00

Senador Wellington destaca avanços sobre concessão da BR-364


Da Redação

“As portas do Ministerio dos Transportes estavam se fechando para o recesso no final do ano passado, e eu estava lá cobrando uma posição do ministro Renan Filho sobre esta duplicação. Renan se comprometeu em olhar o projeto com carinho, já que na proposta inicial só havia indicação de fazer terceiras faixas no trecho. E sete meses depois, sai agora, esta ótima notícia”, acentuou o senador Wellington Fagundes(PL/MT) - ao considerar "o anúncio da aprovação do plano de outorga para a concessão dos trechos das BRs-060 e 364, em Goiás e Mato Grosso". 

Mais informações divulgadas:

A decisão, divulgada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), representa um marco importante para a infraestrutura rodoviária do Centro-Oeste brasileiro. Previsto para ocorrer no primeiro trimestre de 2025, o leilão dos trechos contemplará investimentos totalizando R$ 6,8 bilhões ao longo dos próximos trinta anos. 

A iniciativa, segundo o senador, presidente da Frenlogi (Frenta Parlamentar de Logística e Infraestrutura) é crucial para aprimorar o escoamento da produção agrícola e fomentar o desenvolvimento econômico regional. 

O trecho a ser concedido abrange mais de 490 km, incluindo a BR-060 entre Rio Verde e Jataí, em Goiás, e a BR-364 entre Jataí e Rondonópolis, em Mato Grosso. Entre as melhorias previstas estão a duplicação de mais de 45 km de pistas, a construção de faixas adicionais, vias marginais, travessias em nível, acessos, pontos de parada para ônibus, passarelas, passagens de fauna e caixas para contenção de materiais perigosos.

O senador Wellington Fagundes destacou o esforço do Movimento Pró Duplicação para que o ministro liberasse a concessão. “Nos reunimos muitas vezes com a Federação das Associações Comerciais de Mato Grosso (Facmat) e Associações Comerciais, Industriais, Empresariais e Agropecuárias dos dois estados. Sempre articulamos juntos no sentido de mostrar a importância da duplicação entre Rondonópolis e Jataí. Então, este é o resultado de um trabalho conjunto”, enfatizou o senador. 

A empresária de Rondonópolis, Marchiane Fritzen, comemora a concessão junto a Associação Comercial da cidade. “Isso não apenas aumentará a segurança viária, mas também contribuirá significativamente para o desenvolvimento econômico e social de nossa cidade, do nosso estado. Com certeza, essa duplicação vai facilitar o transporte de produtos agrícolas e industriais, como salvar silvas”, afirmou Marchiane.

Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres, o próximo passo é enviar os documentos para aprovação do Ministério dos Transportes e, em seguida, para o Tribunal de Contas da União (TCU).

 

Com Assessoria




Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados com *

Nome:
Email:
Comentário: