• Cuiabá, 21 de Fevereiro - 00:00:00

Dados Fecomércio: dezembro inicia com aumento no preço da cesta básica


Da Redação

Estudo divulgado pela Fecomércio-MT aponta que "dezembro iniciou com leve aumento no preço da cesta básica, em Cuiabá".

Confira - conforme a entidade:

A cesta básica na capital do estado entrou o mês de dezembro custando R$ 737,16, valor 0,78% mais caro que o observado na última semana de novembro. Apesar do acréscimo nominal de R$ 5,69 na variação semanal, o levantamento do Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio Mato Grosso (IPF-MT) mostra que o valor atual está 1,15% menor ao averiguado no mesmo período de 2022, quando somava R$ 745,75.

Ainda conforme análise do IPF-MT, a batata, o tomate e o café foram os itens que mais variaram de preço na primeira semana de dezembro. A questão climática teve forte influência nas oscilações dos produtos, principalmente da batata, que registrou crescimento de 7,42% em relação à semana anterior, custando R$ 6,37/kg. O item acumula a quinta alta consecutiva.

O superintendente da Fecomércio-MT, Igor Cunha, explica que há uma tendência de aumento no valor do mantimento nesta época do ano. “A demanda mais aquecida no fim do ano gera uma tendência de aumento nos preços dos alimentos, porém, a influência de cada produto acaba por interferir na dinâmica de preço da cesta, mantendo seu preço abaixo do valor averiguado no ano passado”.

Como é o caso do café, que apresentou recuo semanal de 2,78%, em razão da continuidade da instabilidade no mercado internacional, juntamente com as dinâmicas de preços locais, influenciaram no seu valor nas gôndolas, que segue em queda pela quarta semana seguida. O produto está custando, em média, R$ 15,21/500gr.

O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, afirma que “a manutenção da perspectiva de preços menores atualmente, do que o verificado no mesmo período de 2022, é muito positivo para as famílias e o planejamento financeiro delas”.

Com relação ao tomate, diante de períodos muito quentes e a alta incidência de chuvas, verificou-se uma queda na oferta e na produtividade do fruto, que apresentou alta de 3,48% nesta semana e chegou ao valor médio de R$ 7,44/kg.

O Sistema S do Comércio, composto pela Fecomércio, Sesc, Senac e IPF em Mato Grosso, é presidido por José Wenceslau de Souza Júnior. A entidade é filiada à Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que está sob o comando de José Roberto Tadros.

 

Com Comunicação Fecomércio-MT




Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados com *

Nome:
Email:
Comentário: