• Cuiabá, 23 de Julho - 00:00:00

Olhe para seus pais com olhos de adulto

Se você diz: "Minha mãe não me deu muito amor."

Saia do olhar da sua criança e olhe para eles como adulto.

Primeiramente amor é "muuuito"diferente de afeto, coisa que sua criança interior não sabe identificar. Afeto qualquer um pode dar, até a mais falsa das pessoas.

Jesus foi traído por um beijo!

Agora o amor é demonstrado através de gestos práticos.

O que observamos é que muitos pais que não foram afetuosos com seus filhos, também carregavam feridas grandes com relação aos próprios pais. Por algum motivo (morte, violência, abandono...) renunciaram a eles na infância e por isso não conseguem se abrir.

Muitos pais não conseguem passar esse afeto porque seu afeto aos filhos está emaranhado aos próprios pais.

Daí a importância de olhar para eles com olhos de adulto, porque a criança só quer receber.

Talvez seu pai não foi muito presente, mas ele te reconheceu como filho/filha, talvez sua mãe não te deu muitos beijos e abraços, porque só levou pancada na infância, e agora por amor não ousa tocar em você, nem de forma positiva e nem negativa.

As formas de amor são infinitas, basta você ter um olhar minucioso e atento. Porque os pais por pior que tenham sido, dão muito mais do que receberam. Acredite!

Quando você consegue reconhecer isso, você consegue ver grandeza neles e automaticamente consegue se sentir satisfeita com o que recebeu e seguir em frente com sua vida.

Pense nisso.

Bora para a vida!

 

Eluise Dorileo é psicóloga, terapeuta familiar e maestria nas novas constelações quânticas. 

Email eluisedorileo@hotmail.com



0 Comentários



    Ainda não há comentários.