• Cuiabá, 17 de Maio - 00:00:00

FAVELA EM PAUTA

A Central Única das Favelas (CUFA) de Peixoto de Azevedo promoveu a Conferência Internacional das Favelas (CIF 20) que abrange cinco mil favelas no Brasil e envolve 41 países. Nesses eventos, que seguem sendo realizados neste mês de maio, visam as discussões por políticas públicas afirmativas para estes territórios. A ideia é inserir as favelas no contexto global das discussões do G20, que reunirá as 20 maiores economias do mundo no Brasil em novembro deste ano.

Temas como desigualdade, sustentabilidade, direitos humanos e os desafios enfrentados pelas comunidades periféricas devem ser apresentados em documento para os líderes mundiais.

Em Peixoto de Azevedo, o coordenador da CUFA, Gerlan Melo, reuniu mães, policiais, servidores públicos e a sociedade organizada na Escola Militar Tiradentes Garcia Garrido. Muitos dos moradores são do bairro Mãe de Deus, onde a Cufa atende.

“A gente fez vários debates sobre a questão social da nossa cidade. Trabalhamos a questão do empoderamento da mulher, as questões das pessoas em situação de rua, e em especial, a questão indígena. Está tendo um êxodo dos indígenas vindo para a cidade, e eles acabam ficando na rua, desamparados. Finalizamos a conferência com o documento e vamos enviar para a conferência que vai ter no estado, em Cuiabá e, consequentemente fará parte do documento encaminhado ao G20, que vai acontecer no Rio de Janeiro, em novembro”, finalizou Gerlan. 
 

Por Elias Neto e Sandra Costa Oliveira/Assessoria de Imprensa CUFA-MT



0 Comentários



    Ainda não há comentários.