• Cuiabá, 19 de Julho - 00:00:00

CUIABÁ - FESTA DE SÃO BENEDITO 2024


O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, recebeu a visita do rei e da rainha da tradicional festa de São Benedito para discutir os preparativos em torno do evento religioso tradicional, que será realizado de 4 a 7 de julho, na Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito.

A expectativa para 2024 é de que, em quatro dias de festa, ao menos 48 mil pessoas passem pelo evento. No que diz respeito à grande procissão, que acontece tradicionalmente no último dia de festa, o público estimado é de 60 mil pessoas, conforme o rei Robson Garcia.

Realizada há mais de 300 anos, desde a construção da igreja, a festa começa sempre às 5h da manhã com a Missa Campal em Ação de Graças a Deus e Honra ao Glorioso São Benedito, que é celebrada na rua lateral de São Benedito. Em seguida, é servido o tradicional ‘Tchá cô Bolo’ e, à noite, a partir das 18h, acontece o evento cultural, que é popularmente conhecido entre os cuiabanos.

"É uma alegria muito grande poder recebê-los aqui no meu último mandato, honrando a tradição como um verdadeiro cuiabano de 'chapa e cruz' e é um prazer enorme fazer parte disso, até porque a festa de São Benedito é a verdadeira expressão da cuiabania, é a festa mais popular e que melhor representa os nossos valores, história, cultura e tradição", celebrou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Escolhido rei para o festejo deste ano, Robson celebrou a oportunidade e contou emocionado sobre a alegria ao receber o título como forma de reconhecimento perante a devoção e os trabalhos prestados à igreja.

“Eu praticamente nasci dentro da igreja de São Benedito. Eu me emociono porque, no meu caso, quando eu nasci, o médico me deu uma semana de vida. Minha mãe veio conhecer São Benedito através do meu avô paterno, que disse que se ela me entregasse nas mãos de São Benedito, ele me curaria. E nisso ela fez uma promessa, de que durante sete anos me levaria à missa, às terças-feiras de madrugada, a pé. E assim ela fez, sete anos, essa promessa. E agora já estou aqui, beirando os 54 anos e sendo rei dessa linda festa em homenagem a São Benedito”, disse.

Na ocasião, a rainha Idê Gonçalves Guimarães, de 81 anos, destacou a honraria em torno do título, que demora cerca de um ano até que seja oficialmente definido pelos festeiros da celebração.

“É uma coisa muito linda, uma honra muito grande, até porque não é qualquer pessoa que pode ser rei ou rainha da festa. É um processo bem minucioso e muito bem escolhido, que demanda um ano inteiro. Para ser rei ou rainha é preciso ser uma boa pessoa, católica, perante a Deus e a São Benedito, sem contar que é preciso ser uma pessoa que faça muita caridade, que ajude o próximo, os mais pobres. Então, existem muitas responsabilidades”, contou Dona Idê.

Nascida no dia 4 de julho, primeiro dia da festa de São Benedito, Marinalva Benedita do Nascimento comemora 55 anos este ano. Seu nome advém de uma promessa feita pela mãe, que durante o parto, avistou uma bandeira de São Benedito pela janela do quarto.

Conforme a devota, no dia em que nasceu, a mãe prometeu ao santo que caso a criança fosse um menino, ele se chamaria ‘Benedito’ e, se fosse menina, ‘Benedita’.

“Minha mãe estava grávida e, quando ela viu a procissão pela janela e passou a bandeira de São Benedito, ela pediu para que o santo intercedesse por mim. Quando ela fechou a boca, eu nasci, justamente no dia da festa de São Benedito. Por isso que eu sou animada, alegre e feliz. Desde então, eu comemoro a festa todo ano, enquanto tiver saúde”, assegurou.

A visita foi realizada no dia 4 de junho. 

 

Por Amanda Garcia/Secom




Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados com *

Nome:
Email:
Comentário: