• Cuiabá, 19 de Outrubro - 00:00:00

NA JUSTIÇA COMUM

Ministro da Agricultura, Blairo Maggi, respondeu por meio de nota, às informações acerca de decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de encaminhar denúncia de corrupção ativa contra ele (ex-governador) à primeira instância da Justiça em Mato Grosso. 

Maggi frisou sua tranquilidade acerca do assunto, pontuando confiança na Justiça. Disse não temer o julgamento, lembrando que quando decidiu não concorrer a cargo eletivo nas eleições 2018, já desconsiderava a prerrogativa do foro privilegiado.    

Confira a nota: 

"Quando decidiu abrir mão em fevereiro de 2018  de disputar à  reeleição ao Senado, antes do julgamento do STF restringindo o foro, o ministro Blairo Maggi fez uma opção consciente por desconsiderar qualquer hipótese de se valer de foro privilegiado em julgamentos. A remessa do caso à Justiça de Mato Grosso é um desdobramento natural da investigação. O ministro reafirma sua confiança na Justiça , onde provará sua inocência."

Assessoria do ministro Blairo Maggi



0 Comentários



    Ainda não há comentários.