• Cuiabá, 21 de Novembro - 00:00:00

Prestação de contas do PSOL mostra "aposta" do partido na disputa ao Senado


Da Redação - FocoCidade

A prestação de contas dos principais candidatos do PSOL do Estado nas eleições 2018, Mauro César Lara de Barros, o procurador Mauro, e Moisés Franz, que concorreram ao Senado e Governo, respectivamente, revelou que a direção do partido "apostou as cartas" especialmente na possibilidade de conquistar vaga no Congresso. 

O balanço disponibilizado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), mostra que o procurador Mauro obteve receita de R$ 175.792,01, e despesas de R$ 93 mil. Assim, a "sobra" de campanha contabilizou R$ 82.792,01.

Já Moisés Franz declarou ter recebido doação de R$ 14.610,47. Os gastos de campanha foram de R$ 11 mil, pontuando também saldo positivo de R$ 3.610,47. 

As doações têm como fonte a direção estadual do PSOL, conforme delineado nas prestações de gastos de campanha junto ao sistema da Justiça Eleitoral. 

Franz, seguindo o discurso do procurador Mauro, não poupou os adversários de críticas ferrenhas durante a campanha, leia-se a gestão do governador Pedro Taques (PSDB). 

Procurador Mauro, que mais uma vez obteve boa performance em pesquisas eleitorais, amargou novamente a derrota nas urnas.