• Cuiabá, 13 de Novembro - 00:00:00

Sindicato diz que Governo descumpre acordo e convoca assembleia que pode deliberar por greve


Da Redação - FocoCidade

Diante do quadro polêmico sobre o pagamento da RGA (Revisão Geral Anual), o Sindicato dos Servidores da Saúde do Estado de Mato Grosso (Sisma) convocou assembleia unificada para o dia 13 deste mês, a partir das 14 horas, em frente à Secretaria de Estado de Gestão (Seges). 

O Fóum Sindical também se manifestou nesta semana, alertando que a negativa do Governo do Estado sobre cumprimento do acordo para quitação da RGA poderá provocar greve dos servidores públicos do Executivo de Mato Grosso.  

Em nota, o Sisma pontua o alerta:

"Objetivando esclarecer aos servidores sobre o posicionamento do Estado e em anunciar que não pagará a RGA 2018, o Sindicato dos Servidores da Saúde do Estado de Mato Grosso – SISMA/MT convoca todos os Servidores a estarem presentes em frente à Secretaria de Gestão do Estado de Mato Grosso – SEGES/MT para realização de uma Assembleia Unificada de servidores do poder executivo que ocorrerá no dia 13/11 às 14:00 horas.

É de suma importância à participação maciça dos servidores para discussão e deliberação a respeito dos próximos passos a serem tomados frente ao posicionamento do Governo do Estado de Mato Grosso e TCE de não efetivar o pagamento da Recomposição Geral Anual (RGA) de 2018 firmada através de acordo coletivo e instituído através da Lei10. 572/2017 que agora não querem cumprir. 

Frisamos, todos os poderes receberam de acordo com a lei, menos o Executivo.

Ressaltamos que a categoria da saúde do Estado está em estado de Assembleia permanente, deliberado em Assembleia geral extraordinária que aconteceu na manhã do dia 24 de setembro de 2018 na sede do sindicato."