• Cuiabá, 12 de Novembro - 00:00:00

Ministro diz que rejeição ao Governo Temer é culpa da "lavagem cerebral da população"


Da Redação - FocoCidade

Ao defender com veemência o Governo Michel Temer, nesta segunda-feira (22), em Cuiabá, o ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun, disse que os problemas de alta rejeição estão diretamente relacionados à "lavagem cerebral da população".

"O presidente Temer é o melhor presidente da República por hora de mandato. Por que tanta impopularidade? A população brasileira aceitou diariamente sofre uma lavagem cerebral, através do noticiário de maior audiência no país e efetivamente essa lavagem resulta no fato de a nossa baixa popularidade, como resultou em muitos de nosso filhos achar que namorado ou namorada é a mesma coisa. É fruto dessa lavagem cerebral, então muitas coisas no Brasil  são resultado dessa lavagem cerebral, uma delas o fato da população não conseguir ve ros avanços que aconteceram nesses dois anos de Govenro Temer."

Transição 

Sobre o resultado da eleição presidencial, frisou as portas abertas do Governo Temer para o período de transição, mencionando seu voto declarado a Jair Bolsonaro (PSL).   

"Tenho certeza que a população brasileira vai ter saudades do Governo Temer, e espero que qualquer um dos eleitos, passada a eleição, descendo do palanque, analise sem vies eleitoral o muito que nós fizemos e deem continuidade a muito do que está sendo feito. Eu já abri meu voto, o Governo não apoia ninguém. O Governo vai receber na segunda-feira aquele que domingo for eleito. Eu como cidadão já expressei meu voto que é no Bolsonaro, mas como Governo nós não temos preferência e receberemos aquele que for eleito com o devido respeito que ele merece."

Marun  também defendeu Temer acerca de investigações, assinalando o contexto de acusações sem eventuais provas. "É um festival de ilações", disparou.