• Cuiabá, 16 de Novembro - 00:00:00

Visita técnica ao novo PS de Cuiabá é marcada pela participação de "ex-adversários"


Foto: Luiz Alves/Gustavo Duarte-Sicom  - Foto: Foto: Luiz Alves/Gustavo Duarte-Sicom Foto: Luiz Alves/Gustavo Duarte-Sicom
Da Redação - FocoCidade

Evento de visita técnica às obras do novo Pronto Socorro de Cuiabá, realizado na manhã desta segunda-feira (22), e que assegurou a presença do ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, Carlos Marun, reuniu no mesmo espaço, focando investimentos à saúde pública da Capital, sob o prefeito Emanuel Pinheiuro (MDB), líderes políticos que até as eleições 2018, caminhavam em campo adversário.

O ato contou com a integração do ministro da Agricultura, Blairo Maggi, o governador eleito Mauro Mendes (DEM), o senador Wellington Fagundes (PR), representantes da bancada federal, como o deputado Fábio Garcia, além de outras autoridades.

Em que pese "diferenças políticas", o ato pontuou a união de forças em torno da concretização do projeto, iniciado na gestão Mendes e que será entregue pelo prefeito Emanuel Pinheiro em dezembro deste ano, como reafirmou hoje o gestor. 

A remessa ao município do total de R$ 100 milhões - destinados ao novo PS, foi confirmada por Carlos Marun, indicando entendimento de que R$ 30 milhões podem ser remetidos à obra e R$ 70 milhões a aquisição de equipamentos. Destacou ainda que "está garantido o envio do montante" ao município, independente do fim do mandato do presidente Temer. 

A inserção da obra do novo PS no Programa Chave de Ouro do Governo Federal foi assegurada com articulação direta de Maggi, contando com apoio de Wellington nos contornos para fechamento de questão. Integrantes da bancada federal também respaldaram o aval à Capital. 

Na visita técnica, acompanhada pela imprensa, o prefeito reiterou o empenho da equipe para avançar na saúde pública, lembrando que "questões de ordem política não podem se sobrepor aos interesses do cidadão".