• Cuiabá, 12 de Novembro - 00:00:00

Ser Médico é um ato de amor ao próximo


Hurk Douglas Correia

Neste dia 18 de outubro comemoramos o Dia do Médico no Brasil e em outros países como Portugal, Espanha, Itália, Bélgica, Polônia e Inglaterra. Embora muitos pensem que essa profissão trata-se de uma missão, parafraseando diversos companheiros afirmo que ser médico não é exatamente um sacerdócio, não significa ser um herói, que supera absolutamente todas as adversidades impostas. Mas significa superar obstáculos quase intransponíveis e dar o melhor para levar um atendimento cada vez mais humanizado ao paciente.

Ser médico de maneira geral significa noites em claro, menos beijos e abraços nos filhos e em nossos cônjuges e diversas datas comemorativas longe da família. Ser médico é substituir esses momentos pelo sorriso do familiar de um paciente, logo após os esforços contínuos de uma equipe para trazer de volta o som da batida de um coração. Ser médico é juramento, é compaixão, é empatia, é abdicar de si, para mover todos os recursos em prol da vida de alguém que talvez após uma alta médica, jamais tornaremos a ver.   

Tudo isso que citei é o ser médico de maneira geral. Mas em se tratando de Saúde Pública no Brasil, ser médico é enfrentamos estruturas físicas que perpassam 30, 40 anos sem reformas. É o sucateamento do SUS, que culmina em buscas constantes por leitos, medicamentos e filas infindáveis. É colocar em prática o juramento de Hipócrates; o faz por gostar de gente e valorizar o bem estar do próximo. É colocar nossos anos de estudos e expectativas salariais à prova, mas ter a certeza de que realmente estamos fazendo por amor e desejo de servir, da melhor forma possível, aqueles que necessitam de assistência em saúde.

Cuiabá, graças a Deus, vem seguindo na contramão do Brasil. Em menos de dois anos da gestão Emanuel Pinheiro, diversos avanços na área da saúde já podem ser observados. Mais de 67 obras da rede de Atenção Básica que estavam paralisadas e, ou não iniciadas em outras gestões foram recuperadas e já estão sendo entregue à população, totalmente climatizada, com novas mobílias e novos equipamentos.

Na atenção secundária, mais reformas e ampliações. O Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá recebeu mais 05 leitos na Ala Pediátrica e 20 adultos. Além disso, após 30 anos sem uma grande reforma, os quartos de repouso médico também foram entregues totalmente mobiliados aos servidores e até o próximo mês, os vestiários masculinos e femininos também serão entregues.

O hospital São Benedito recebeu equipamentos de última geração e abriu 20 novos leitos para ampliar os atendimentos de média e alta complexidade. Para completar, após intenso trabalho do prefeito Emanuel Pinheiro, o novo Pronto Socorro de Cuiabá está com as obras aceleradas e serão entregues até dezembro deste ano. Todos esses investimentos, além de melhorar a qualidade de trabalho dos médicos e demais servidores da Saúde, traz mais esperança para uma população sofrida que dependem única e exclusivamente do SUS para terem de volta sua saúde.

São muitas as boas notícias que ecoam da Saúde Pública em Cuiabá, e é com essas boas novas que quero parabenizar todos os médicos, em especial àqueles que lutam por dias melhores na medicina e não perdem as esperanças de que num futuro muito próximo haverá condições ideais para ofertarmos atendimentos em saúde mais dignos e humanizados a toda a população brasileira!

 

Hurk Douglas Correia é médico intensivista e secretário Municipal de Saúde em Cuiabá.