• Cuiabá, 16 de Novembro - 00:00:00

REAÇÃO DO AGRO


Diante das defesas do senador eleito Jayme Campos (DEM) e do deputado Wilson Santos (PSDB) acerca da proposta que visa taxar o agronegócio, o setor se reorganiza para mais uma vez, responder negativamente.

Em 2016, quando apresentou a ideia, o deputado tucano foi rebatido veementemente por representantes do agro, e agora, líderes retomam apanhado de informações para barrar a iniciativa - interpretando que o setor já é responsável pelo impulso ao desenvolvimento do Estado. 

Nos próximos capítulos, gente detentora de muito poder no Estado deve frisar discurso de que a eventual taxação pode elevar o quadro de desemprego em MT, e por aí, dá pra se imaginar o nível dos debates...