• Cuiabá, 19 de Novembro - 00:00:00

STF determina quebra de sigilo na delação de Alan Malouf sobre esquema na Seduc


Da Redação - FocoCidade

Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou retirada de sigilo acerca da delação do empresário Alan Malouf, pivô da Operação Rêmora, deflagrada em 2016 no Governo Pedro Taques na esteira do esquema de desvios na Secretaria de Estado de Educação (Seduc), então sob Permínio Pinto.   

A decisão é do ministro Marco Aurélio de Mello, atendendo solicitação do Ministério Público Federal (MPF), determinando ainda remessa dos autos ao Superior Tribunal de Justiça e Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

A delação deve promover reviravolta no mundo político, principalmente porque o empresário sustenta que o esquema teria sido planejado com meta de assegurar dinheiro para pagar dívidas da campanha de Taques em 2014, quando venceu a eleição. 

Nessa seara, Alan Malouf, já condenado pela Justiça, também envolveria, além de nomes como Permínio Pinto, outros nomes fortes do mundo político no Estado. Todos negam participação, leia-se o governador Pedro Taques. 

O empresário pontuaria na delação colaboração de R$ 10 milhões à campanha do tucano, sendo o esquema na Seduc destinado a quitar dívidas da "doação".