• Cuiabá, 19 de Outrubro - 00:00:00

Sindimed reage ao uso de "imagem indevida" em propaganda da coligação liderada por Taques


Da Redação - FocoCidade

Sindicato dos Médicos do Estado de Mato Grosso (Sindimed) reagiu ao uso a cargo da coligação liderada pelo governador Pedro Taques (PSDB), de imagem "indevida" da ex-presidente do Sindicato, Eliana Siqueira, nas inserções de TV. A propaganda eleitoral assinalou período da gestão em Cuiabá no comando de Mauro Mendes (DEM), adversário de Taques nas Eleições. 

Pontua em nota, que "visto que a ação visa unicamente desferir ataques à imagem de determinado candidato a governador, enquanto do outro lado segue a face despida de propostas aos olhos de uma categoria que conhece a triste realidade da saúde pública em Mato Grosso". 

O Sindimed acentua ainda que a entidade "não possui qualquer vínculo político-partidário, tampouco relação institucional que com partidos que integram a coligação "Segue em Frente Mato Grosso" - sob Taques.

Confira a nota na íntegra:

"O Sindicato dos Médicos do Estado de Mato Grosso (Sindimed-MT) vem a público esclarecer que a entidade não possui qualquer vínculo político-partidário, tampouco relação institucional com os partidos que integram a coligação “Segue em Frente Mato Grosso” - PSL, PPS, PSB, DC, PRP, PSDB, PATRIOTAS, AVANTE, SOLIDARIEDADE. 

O Sindimed-MT reitera seu posicionamento de isonomia nos processos de eleições passadas, da mesma forma em 2018, ao reforçar a defesa única e exclusiva de um Sistema Único de Saúde (SUS) universal, de qualidade para a população e com condições de trabalho aos profissionais médicos. 

Por fim, a entidade considera indevido e desnecessário o uso da imagem da ex-presidente do Sindicato, Eliana Siqueira, nas inserções de TV, visto que a ação visa unicamente desferir ataques à imagem de determinado candidato a governador, enquanto do outro lado segue a face despida de propostas aos olhos de uma categoria que conhece a triste realidade da saúde pública em Mato Grosso." 

Sindicato dos Médicos do Estado de Mato Grosso
Gestão 2017/19