• Cuiabá, 20 de Outrubro - 00:00:00

Maria Lúcia adere ao movimento #Ele Não em seu programa na TV


Da Redação - FocoCidade

A candidata ao Senado, professora Maria Lúcia (PCdoB), é a primeira candidata em Mato Grosso a apoiar o Movimento Mulheres Unidas contra Bolsonaro, que já mobilizou mais de 3 milhões de mulheres no país.

Em seu programa na sexta-feira (21), voltado a Mulher, Maria Lúcia inicia com um rap criado para o movimento.“Manas, as mulheres não votam em machista. Quem defende violência, não merece estar na pista. #EleNão. Preconceito não, igualdade sim. Com a força da mulher, a mudança chega enfim.”, inicia o programa eleitoral.

A candidata também apresenta dados e números sobre a situação feminina no Brasil. “Nós mulheres somos 52% da população brasileira, ajudamos a construir este país com o nosso trabalho, e com a dedicação à nossa família", diz a candidata. 

A candidata também lembra que Mato Grosso é o estado que mais crimes de feminicídio no País. Só no ano passado, o Estado registrou um aumento de 55,1% em comparação com 2016, conforme o Fórum Brasileiro de Segurança Pública .
"É uma triste realidade do nosso país, são milhares de mulheres mortas todos os anos. Lutarei para ampliar a rede de proteção às mulheres, venha comigo nessa luta”, garante.

"Infelizmente não temos tido o reconhecimento necessário, no trabalho ganhamos menos do que os homens, mesmo que tenhamos a mesma função, na política temos pouca representatividade", completa.

Movimento ‘Mulheres Unidas Contra o Bolsonaro’ 

O Movimento surgiu de maneira espontânea no Facebook e já alcvançou mais de 3 milhões de mulheres, que combatem a intolerância, recusam discursos de ódio, sexistas, homofóbicos e racistas. Bolsonaro é conhecido por declarações polêmicas sobre negros, mulheres e LGBTs.

O evento está sendo organizado por mulheres que se conheceram no grupo Mulheres Unidas Contra Bolsonaro. O movimento é apartidário, mas não proibe a participação de militantes de movimentos sociais e partidos políticos.
Em Cuiabá o evento ocorrerá no dia 29 de setembro, no Monumento Ulisses Guimarães, em frente ao Shopping Pantanal. A concentração começa às 16h.

No mesmo dia, várias manifestação estarão ocorrendo em outras cidades como São Paulo (SP), Santos (SP), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Vitória (ES), Campo Grande (MS), Salvador (BA), Balneário Camboriú (SC) e Goiânia (GO).

 

Com Assessoria