• Cuiabá, 19 de Dezembro - 00:00:00

Prefeitura entrega segunda unidade do programa Siminina


Da Redação - FocoCidade

A Prefeitura de Cuiabá entrega a 17ª unidade do programa Siminina - a segunda da gestão Emanuel Pinheiro, que será situada no bairro Santa Izabel, região Oeste de Cuiabá.

Os trabalhos de reformulação do espaço físico do Centro de Cidadania Manoel Ramos, onde sediará os trabalhos do Siminina, já estão em andamento e a expectativa de conclusão é para o final do mês de setembro.

De acordo com a primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, a unidade está dentro do planejamento de atuação que prevê a ampliação do atendimento em até 1.600 vagas para todo o programa.

“Hoje nós possuímos em torno de 1.100 meninas, conseguimos ampliar com a inauguração da unidade do Sucuri e vamos trabalhar ainda este ano para atender mais meninas porque o programa é um sucesso e tem um viés social enorme na vida dessas crianças”, destacou Márcia.

A unidade do distrito do Sucuri, zona Rural de Cuiabá, foi entregue em dezembro de 2017 ao iniciar o atendimento com 30 meninas. Quase 10 meses depois, o número de crianças matriculadas quase triplicou e os trabalhos hoje são para cerca de 80 crianças.

A gestão pontua que "o grande sucesso do programa na gestão do prefeito Emanuel Pinheiro é em virtude do maior conjunto de ações da história dos mais de 20 anos de existência do Siminina".

Além da reformulação da infraestrutura das unidades e entrega de novas, a administração do programa, sob o olhar da primeira-dama, tem empregado diversos atendimentos em várias áreas como, por exemplo, aulas de informática, fanfarra, inglês, ballet, artesanato, artes marciais e alfabetização.

“O projeto vem de longa data, porém nossa gestão é marcada pela humanização e nós procuramos aplicar esse conceito dentro do Siminina. Por isso, buscamos parcerias para oferecer noções de informática que é fundamental para o mercado de trabalho. Tem ballet e judô com toda a preocupação da saúde corporal. Implementamos também artesanato pra valorizar a cultura local e promover consciência regional dos nossos costumes. Tudo pensando na criança e nas pessoas porque essa é marca da gestão”, frisou Márcia.

A faixa etária de atendimento do Siminina é dos seis aos 14 anos, entretanto, no ano de encerramento é feito um trabalho específico por meio do Jovem Siminina. São cursos e capacitações como Informática e Pacthword que são realizados com as crianças prestes a completar 15 anos de modo a garantir conhecimento que venha a contribuir no ingresso ao mercado de trabalho.

 

Com Assessoria