• Cuiabá, 19 de Setembro - 00:00:00

TJ determina soltura de Savi, ex-secretário e empresários acusados de esquema no Detran


Da Redação - FocoCidade

Pleno do Tribunal de Justiça acatou denúncia sobre seis envolvidos no esquema de desvio de dinheiro público do Departamento Estadual de Trânsito do Estado (Detran), na esteira da Operação Bereré.

Por maioria de votos, o TJ decidiu pela soltura de presos no curso das investigações desde maio. Assim, o benefício da liberdade se aplica ao deputado estadual Mauro Savi (DEM), bem como outros atingidos na operação, como o ex-secretário da Casa Civil Paulo Taques, os empresários Roque Reinheimer e Claudemir Pereira dos Santos, além do advogado Pedro Jorge Zamar Taques - e agora figuram como réus.

Empresário José Kobori recebeu anteriormente aval de soltura em decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Kobori conseguiu liberdade em julho, em caráter liminar a cargo do ministro Dias Tofolli.

Ele e os outros beneficiados pela decisão do Pleno do TJ estavam presos desde o dia 9 de maio após ser deflagrada a Operação Bereré/Bônus pelo Ministério Público Estadual em ação do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e Núcleo de Competência Originária (Naco).

Desembargadores rejeitaram as preliminares e acolheram por unanimidade a denúncia para todos. Porém, por maioria decidiram liberar a prisão, mediante medidas cautelares.

Confira a votação dos desembargadores do TJ:

Votaram pela prisão
1 - Serly Marcondes
2 - Sebastião Farias
3 - Nilza Possas, 
4- Orlando Perri,
5- Guimar Borges,
6- Rubens de Oliveira,
7- Rondon Bassil,
8-José Zuquim - Relator

Votaram pela soltura 
1-Paulo da Cunha
2- Sebastião Filho,
3- Juvenal Pereira,
4- Luiz Ferreira,
5- Marcos Machado,
6- Dirceu dos Santos,
7- Carlos Alberto,
8- Helena Maria,
9- Antônia Siqueira