• Cuiabá, 16 de Novembro - 00:00:00

Especialistas orientam na hora de negociar uma dívida em tempos de crise


Da Assessoria

Em tempos de instabilidade financeira, a negociação de uma dívida é o caminho mais viável para quitar um determinado débito do cliente com a empresa. Segundo levantamento da Serasa Experian, o número de consumidores inadimplentes no País chegou a 61,8 milhões em junho deste ano.

A recuperação de crédito é uma necessidade de qualquer empresa, principalmente aquela que atua no mercado de varejo e tem uma pulverização das suas vendas e de serviços prestados. Algumas estratégias hoje são essenciais para evitar que empresas permaneçam com um débito a receber e que seus clientes se tornem futuros inadimplentes, como explica o advogado especialista em Direito Empresarial e diretor executivo da MAR Advocacia, André Luiz.

“O trabalho de negociação da dívida deve ser feito de uma maneira bastante estratégica por dois motivos: além de você ter problemas com a efetividade desse crédito, existe também a necessidade de manter esse cliente. É preciso tomar conhecimento do perfil dele e buscar entender quais motivos originaram determinada dívida”, disse.

André comenta que algumas empresas utilizam a cobrança do varejo de forma sistemática, ou seja, do velho trabalho de vender nos antigos moldes do call center. Nesse tipo de estratégia adotada, o especialista observa a venda estressante, empurrando determinado produto ao cliente e consequentemente invadindo a sua privacidade. Essa mesma estratégia utilizada na hora de fazer uma cobrança vai contra o mercado atual.

“É preciso que esse trabalho seja de forma planejada para que fique bom para as duas partes, tanto para a empresa quanto para o cliente. Muitas vezes a empresa não está aberta para entender a situação do cliente. Não é tarefa fácil, mas é importante para se chegar em um bom resultado.  Nem sempre negociação é algo simples de se obter resultado de imediato, em alguns casos a empresa terá que se estender por uma estratégia um pouco maior. Os pontos de pressão não podem ser de opressão”, afirma.

"A recuperação de crédito é uma operação de cobrança que visa a ajudar o inadimplente a sanar suas dívidas. A cobrança não pode ser feita do ponto de vista administrativo, nem do ponto de vista jurídico. A MAR utiliza, como método, técnicas de mediação para conjugar os dois fatores. Essas duas ferramentas precisam trabalhar em conjunto. Nosso trabalho é pautado dentro de um planejamento estratégico, moderno e que busca soluções imediatas. Quando se tem uma dívida, o cliente procura formas para poder regularizar e possivelmente é ele que acaba entrando em contato com a empresa. A análise do perfil do cliente, a forma de como você o aborda e uma equipe qualificada são pontos-chave para a finalização de uma negociação", finaliza o diretor comercial da MAR, Marcelo Álvaro.