• Cuiabá, 18 de Outrubro - 00:00:00

Ex-presidente da Aprosoja assume coordenação da campanha de Taques


Da Redação - FocoCidade

Após a negativa do ex-diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luiz Antônio Pagot, o ex-presidente da Aprosoja-MT e da Aprosoja Brasil, Glauber Silveira da Silva, foi anunciado nesta quarta-feira (8) como o coordenador-geral da campanha do governador Pedro Taques (PSDB) à reeleição. Segundo calendário da Justiça Eleitoral a campanha começa oficialmente dia 16 de agosto.

Pagot era cotado para a função, mas declinou alegando a necessidade de dedicar-se aos negócios na iniciativa privada. No entanto, ele deve prestar consultoria à campanha de Taques. 
 
Glauber possui extenso currículo de trabalho prestado no setor do agronegócio mato-grossense e brasileiro. Ele afirma que não haverá dificuldade na condução da política dentro do grupo encabeçado por Taques, uma vez que ele é formado por nomes importantes do Estado. “Um grupo que tem Pedro Taques, Nilson Leitão e a Juíza Selma, tem muito que se orgulhar e muito trabalho para mostrar para a população. Os 10 partidos que compõem nossa coligação trazem quadros qualificados de pessoas que, além de trabalho, tem boa intenção em apresentar propostas de um futuro melhor para Mato Grosso”, disse.
 
O novo coordenador assume a função na campanha de Taques com o objetivo de fortalecer a unidade do grupo que é composto, além do PSDB, pelo PSL, PPS, PSB, Avante, Patriota, PRP, PRTB, Solidariedade e DC. Para ele, o atual momento da política brasileira é crítico para todos os candidatos, porém Taques se diferencia dos demais postulantes em razão de ser o único a não responder a processos na Justiça e de ter realizado entregas fundamentais para os mato-grossenses.
 
“Estive na presidência da Aprosoja por quatro anos e sei das dificuldades em ser gestor. Não existe salvador da pátria. O Pedro pegou um estado quebrado, mas é muito pragmático e fez um excelente trabalho apesar da crise econômica que enfrentou. Acima de tudo, Pedro não é corrupto. Esse é um dos pontos mais levados em conta hoje pelo cidadão ao votar”, avaliou.
 
Na avaliação de Glauber, o fato de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter definido teto de gastos nas eleições de 2018 é positivo, uma vez que propicia justiça na disputa dos candidatos por cargos públicos. “Penso que, antes, era mais fácil coordenar uma campanha com vários e vários milhões. Agora, temos que trabalhar em dobro para mostrar o que já foi feito pelo nosso grupo em Mato Grosso”, completou. Em Mato Grosso, com base no número de eleitores, poderão ser gastos R$ 5,6 milhões na campanha deste ano.

Currículo
 
Glauber Silveira da Silva, 51 anos, é engenheiro agrônomo, jornalista, produtor rural e tem especialização em confinamento bovino e produção de sementes pela ESALQ. Possui, ainda, MBA em Gestão Empresarial e de Cooperativas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e especialista em Engenharia de Segurança pela UCAM.
 
Presidiu a Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil) e, por dois mandatos, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) – de 2005 a 2009. Atualmente, é diretor conselheiro das duas entidades e membro conselheiro do SENAR-MT, do Conselho Superior do Agronegócio da Fiesp e da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA).
 
Glauber também preside a Câmara Setorial da Soja, a Associação dos Reflorestadores de Mato Grosso (AREFLORESTA), o Sindicato Rural de Campos de Júlio-MT e é vice-presidente da Associação Brasileira de Milho (Abramilho).

Apresentador do programa Direto ao Ponto, transmitido pelo Canal Rural, o coordenador da campanha de Taques foi eleito pela Revista Dinheiro Rural uma das 100 personalidades mais influentes do agronegócio brasileiro em 2017.
 

Com Assessoria