• Cuiabá, 16 de Outrubro - 00:00:00

Executiva Nacional do PT confirma apoio ao projeto liderado pelo PR em MT


Da Redação - FocoCidade

A Comissão Executiva Nacional do PT validou a coligação em Mato Grosso com o PR, no projeto de disputar o Governo liderado pelo senador Wellington Fagundes. Em nota, a direção estadual do PT informa a manutenção da aliança nas eleições 2018.  

O PT estadual lembra que durante a reunião da Executiva Estadual, a pré-candidata a governadora, Edna Sampaio, fez uso da palavra defendendo sua pré-candidatura. Logo após a votação que sacramentou o apoio a candidatura majoritária do PR, a pré-candidata Edna apresentou um novo pedido, desta vez, para disputar como candidata a deputada federal na coligação liderada pelo senador republicano. Colocada em votação, a solicitação foi rejeitada por 9 votos a 7.

Insatisfeita com os encaminhamentos da Comissão Executiva Estadual, logo após o término da convenção no domingo (5), Edna Sampaio encaminhou dois recursos à Comissão Executiva Nacional (CEN). O primeiro recurso pedia que a CEN derrubasse a deliberação de coligação com o PR aprovada pela Executiva Estadual. O segundo recurso pedia que a CEN aprovasse a entrada de Edna como candidata a deputada federal na coligação com Wellington Fagundes.

A Comissão Executiva Nacional julgou os dois recursos no período da noite. A Comissão Executiva Nacional confirmou a coligação com o PR, negando a candidatura de Edna Sampaio ao governo do Estado.  Por outro lado, a mesma Comissão Executiva Nacional aprovou o segundo recurso autorizando que a pré-candidata a governadora pelo PT, até então, seja candidata a deputada federal na aliança com Wellington Fagundes (PR).

A ata da convenção do PT-MT foi encaminhada na segunda-feira (6), ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), cabendo agora ao partido promover o registro dos candidatos até o próximo dia 15, na Justiça Eleitoral. A campanha terá início oficial no dia 16 de agosto.

A proposta de apoio a candidatura do PR foi aprovada por 9 votos a favor 7 votos contrários e nenhuma abstenção.

A direção do PT ressalta que "a Comissão Executiva também aprovou por 11 votos a favor e 2 votos contrários as chapas de candidatos/as do PT, que integram as coligações lideradas pelo PR. As decisões da Comissão Executiva Estadual definindo a tática eleitoral petista para as eleições de 2018 foram homologadas na Convenção Oficial que ocorreu logo após a reunião da CEE. Os/as candidatos/as homologados pelo PT são: Gilmar Soares Ferreira, primeiro suplente da candidata ao Senado, Maria Lúcia Cavalli Neder (PCdoB); Rosa Neide Sandes de Almeida, candidata a deputada federal; Kota Cortez, Luís Braz, Valdir Barranco, Henrique Lopes, Lúdio Cabral e Kako do CPA, candidatos (as) a deputado (a) estadual. A Tática Eleitoral do PT-MT aprovada pela maioria dos membros da CEE e homologada pela convenção do partido garantiu um amplo palanque eleitoral para o nosso candidato a presidente, Luiz Inácio Lula da Silva. Além do PR e PT, a coligação é composta pelo PV, PCdoB, PP, PTB, PRB, Podemos, PROS e PMN."

Lembra que "a tática aprovada na CEE prevê a defesa da candidatura do presidente Lula nesta ampla aliança, bem como participação na majoritária com Gilmar Soares Ferreira na primeira suplência de Senado, manutenção da vaga na Câmara dos Deputados com a possibilidade real de eleição da companheira Rosa Neide, e ampliação da bancada na Assembleia Legislativa, com possibilidade inicial real de eleição de dois companheiros (as) do PT, podendo eleger até três petistas, além de ampliar a possibilidade de alcançar suplentes".