• Cuiabá, 16 de Dezembro - 00:00:00

CPI dos Grampos gera impasse na AL com titularidades da oposição e situação


Da Redação - FocoCidade

A instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Grampos, na Assembleia Legislativa, se tornou foco de impasse na manhã desta terça-feira (7) no Poder. Isso porque a deputada Janaina Riva (MDB) apresentou requerimento que já conta com 10 assinaturas para criação da comissão, e o mesmo pedido foi feito pelo deputado Wilson Santos (PSDB), que alega ser sua proposta mais "abrangente" já que acentuaria investigações sobre o Ministério Público e o Tribunal de Justiça. 

Janaina Riva, oposição ferrenha ao Governo Pedro Taques (PSDB), acusa Wilson Santos de tentar manobra no Legislativo, e o parlamentar assinala a importância de ampliação das investigações.

Diante do impasse, o presidente da Casa de Leis, Eduardo Botelho (DEM), aguarda parecer jurídico devendo se pronunicar ainda hoje acerca da autoria da CPI dos Grampos. 

A deputada cobra investigações que recaem sobre o governador Pedro Taques, considerando principalmente depoimento do cabo PM Gerson Corrêa, que cita o nome do chefe do Executivo estadual no cenário da "grampolândia pantaneira", com suposto envolvimento de seu primo, o ex-chefe da Casa Civil, Paulo Taques. 

O depoimento foi prestado no dia 28 de julho, ao juiz Murilo Mesquita, na 11ª Vara Militar do Fórum de Cuiabá. Janaina Riva foi uma das vítimas das escutas ilegais em Mato Grosso, numa extensa lista que atingiu advogados, jornalistas, políticos, empresários, médicos e servidores públicos até onde se tem informações. 

Confira a lista de assinaturas no requerimento proposto pela parlamentar: 

Romoaldo Júnior (MDB)

Vagner Ramos (PSD)

Ademir Brunetto (PSB)

Zeca Viana (PDT

Ze domingos (PSD)

Dilmar Dal'Bosco (DEM)

Janaina Riva (MDB)

Valdir Barranco (PT)

Allan Kardec (PDT)

Sebastião Rezende (PSC)