• Cuiabá, 16 de Julho - 00:00:00

Prefeitura e Governo assinam convênio para a aquisição dos equipamentos para o novo PS


Da Redação - FocoCidade

Em evento realizado na noite da quinta-feira (5), o Governo do Estado e a Prefeitura de Cuiabá assinaram o Compromisso de Transferência de Recursos para a aquisição dos equipamentos para o novo Pronto Socorro da Capital.

“O meu partido é Cuiabá. O meu partido é Mato Grosso. Para mim as desavenças políticas do passado cessam quando os interesses da população cuiabana estão em jogo", pontuou o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).  

Os recursos que o governo do Estado vai repassar para a Prefeitura somam R$ 82 milhões e são oriundos da bancada federal, que destinou R$100 milhões de emenda parlamentar para a saúde. Deste total, R$ 64.288.223,23 serão usados para a aquisição de equipamentos, mobiliários, instrumentais e materiais de informática, somando um total de quase 11 mil itens, que já estão sendo licitados em diversos lotes. O restante dos recursos, que somam R$ 17.810.553,00, serão utilizados nos serviços terceirizados, como o laboratório de análises clínicas, radiologia, lavanderia, e nutrição.

O secretário municipal de Saúde, Huark Douglas Correa, comentou sobre as grandes dificuldades que existem na saúde pública no estado, como um todo, mas enfatizou que o novo Pronto Socorro atenderá não apenas a população de Cuiabá, mas também do interior. “Estamos adquirindo os melhores equipamentos para esta unidade. os munícipes terão uma medicina de ponta da rede de urgência e emergência, com os melhores profissionais e os mais capacitados para atender os pacientes”, afirmou.

O prefeito Emanuel Pinheiro destacou a importância da parceria entre governo e Prefeitura para que o novo Pronto Socorro virasse uma realidade em Cuiabá. “Esta obra não nasceria, não seria tocada e não seria entregue sem o governador Pedro Taques. Da mesma forma, esta obra não seria equipada se não fosse a bancada federal, que se uniu em prol da saúde pública do estado de Mato Grosso com a Capital”, ressaltou. Ele disse ainda que até o dia 25 de julho haverá uma sucessão de publicações de lotes e que algumas ordens de compras de lotes - que começaram a ser licitados em abril - já começarão a ser expedidas. Revelou ainda que até 30 de agosto serão publicados o restante dos lotes.

O governador Pedro Taques também frisou a parceria e agradeceu à bancada federal pela alocação dos recursos. “Vocês não fazem ideia do sacrifício que foi conseguir desembolsar os R$50 milhões de reais para a construção deste Pronto Socorro, principalmente pelo fato de termos vivido no ano passado a maior crise econômica da história do Brasil. Mas fizemos este sacrifício, porque a população - não apenas de Cuiabá, mas de todo o estado - necessita deste hospital, pois 45% dos pacientes do interior são atendidos na Capital. Os recursos chegaram em março deste ano, então eu e o prefeito começamos as tratativas para as licitações. Não é um processo rápido, porque precisa ser feito com extrema responsabilidade. E é com esta premissa que nós administramos o Estado e que Emanuel Pinheiro administra Cuiabá”, comentou o governador. 

O novo Pronto Socorro, que tem previsão de entrega em 8 de abril de 2019, no aniversário de 300 anos de Cuiabá, contará com 315 leitos, sendo 40 para Unidades de Terapia Intensiva (UTI), um Centro de Diagnósticos, um Centro Ambulatorial e terá um total de 21 mil metros quadrados de área construída. (Com assessoria)




0 Comentários



    Ainda não há comentários.