• Cuiabá, 18 de Junho - 00:00:00

Prefeitura amplia campanha e pede doações de agasalhos e cobertores


Ruan Cunha - Sicom

A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, incluiu o pedido de doações de agasalhos e roupas de frio para a campanha "Aquece Cuiabá", que foca na arrecadação de cobertores para famílias e pessoas em vulnerabilidade social.

A preocupação é em relação à intensidade da frente fria registrada durante os últimos dias em Cuiabá que deve voltar na semana seguinte. Segundo a primeira-dama, é preciso expandir as opções para atender o maior número de pessoas e o mais rapidamente possível, já nessas primeiras frentes frias.

“O frio tem sido cada vez mais forte. Geralmente são dois ou três dias, porém esse durou a semana toda e essa é nossa preocupação. Uma remessa de cobertores está para chegar de São Paulo, mas como a demanda é muito grande e tem pessoas que estão pedindo e precisando muito, crianças que estão deixando de ir à aula porque não têm blusa, pensamos em incrementar o pedido de agasalhos e de roupas, além do cobertor”, explicou Márcia.

A ideia é arrecadar até o dia 21 de junho, data final da campanha Aquece Cuiabá, blusas, calças, meias, tocas, cachecóis, entre outras vestimentas de frio. As peças podem ser depositadas e entregues nos mesmos 10 pontos de coletas de cobertor espalhados pela cidade.

A distribuição será feita o quanto antes por meio do Cabide Solidário, edição Outono Inverno, em conformidade com as doações que irão chegando. Essa ação, prevista dentro da programação do Aquece Cuiabá, levará para praças, terminais e outros pontos da cidade o cabide itinerante para que aquelas pessoas que estejam passando pelo local possam adquirir, gratuitamente, uma peça de roupa de frio.

O Cabide Solidário conta com a parceria da Prefeitura de Cuiabá (Secretaria Municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano) e de 10 alunos das turmas do 1º e 3º semestre do curso de Moda da Universidade de Cuiabá. O grupo realiza a triagem das doações e aplicam conceitos de moda, combinação de peças básicas para direcionar de maneira adequada e igualitária a pessoas em vulnerabilidade social.

“Conto com o apoio da população, de empresários e de todas as pessoa que têm a intenção de fazer o bem, de ajudar a levar proteção ao frio que quando vem, castiga. Vamos mostrar o espírito e calor cuiabano. Pegue aquela blusa antiga que não usa mais e está parada no guarda-roupa, ela terá uma grande utilidade para o próximo”, ressaltou a primeira-dama.




0 Comentários



    Ainda não há comentários.