• Cuiabá, 21 de Junho - 00:00:00

Ex-assessora acusa Selma Arruda de priorizar processos com foco na mídia


Pablo Rodrigo - GAZETA DIGITAL

A ex-assessora Daiane Balerini Bocardi, que atuava junto com a juíza aposentada Selma Arruda na 7ª Vara Criminal de Cuiabá, confirmou em depoimento, que o critério estabelecido pela magistrada para julgar os processos que estavam sob a sua responsabilidade, seria os "que tinham maior repercussão na mídia".

A declaração consta no depoimento realizado na última quinta-feira (17), na oitiva comandada pelo desembargador Marcos Machado em ação de suspeição movida pelo ex-deputado e ex-conselheiro do TCE, Humberto Bosaipo, contra a juíza, onde a acusa de ser parcial em suas decisões.

Na gravação, Daiana diz que os processos contra Bosaipo, o ex-deputado José Riva e outros agentes públicos eram lançados como "prioridades". Ao ser questionada pelo desembargador, quais seriam os critérios para definir a prioridade, a ex-assessora disse que vários processos do Bosaipo e Riva, estavam como de "relevância social e que tinha maior repercussão no Estado".

"O que é relevância social no conceito da Doutora Selma?", questionou Marcos Machado. "Olha, eles estavam lá no Apolo [Sistema do TJ], eles estavam como prioridade", respondeu Daiane Bocardi.

"No Apolo? Eles estavam lançados no sistema como prioridade. Mas quem lança essa prioridade?", insistiu o desembargador. "Eu não sei te falar desembargador [...] Eles estavam lançados. Tanto que tem vários processos, do Humberto Bosaipo, do Riva, como relevância social, que tinha maior repercussão no Estado", explicou.

Marcos Machado disse desconhecer esse modelo de classificação no sistema Apolo do Tribunal de Justiça. "Mas eles tinham maior repercussão na mídia né?", declarou a ex-assessora.

Para a defesa de Bosaipo, constituída pelos advogados Ronaldo Farias e Rosângela de Castro a declaração da ex-assessora confirma o depoimento da ex-servidora Midiã Maira de Carvalho, que também trabalha junto com Selma Arruda e revelou que Selma ordenava que todos os requerimentos da defesa de Bosaipo deveriam ser negados, antes mesmo de qualquer exame dos fatos. O oposto, conforme Midiã, era realizado nos julgamentos de pedidos do Ministério Público Estadual (MPE).

"Perceba que a depoente deixou escapar a verdade que intencionava mascarar. A verdade de que o critério da excepta para condenar o excipiente era exatamente a repercussão na mídia", diz o advogado Ronaldo farias.

A acusação gerou a suspenção temporária de Selma em processos em processos da Operação Arca de Noé em que o ex-conselheiro é arrolado como réu.

Midiã foi ouvida como testemunha de Bosaipo e reafirmou as suas declarações que haviam sido apresentadas por escritas. Já Daiane Balerini Bocardi, Guilherme Leimann e Clerie Fabiana Mendes, foram arroladas como testemunhas pela juíza aposentada. Porém, foram impugandas como testemunhas pela defesa de Bosaipo e foram ouvidas apenas como informantes.

Caso a suspeição seja confirmada todos os atos de Selma Arruda nos processos contra Bosaipo serão anulados, inclusive a decisão em que ela o condenou a 18 anos e 4 meses de prisão por desvio e lavagem de dinheiro na Assembleia Legislativa.

Ouça o áudio:

 Desembargador: Certo. E escolha entre vários processos era do relevo social?

Informante (Daiane): Isso.

Desembargador: Que assim, no entendimento dela?

Informante (Daiane): Isso. Geralmente a gente estava sentenciando réu preso, o que a gente conseguia e esses de maior relevância social.

Desembargador: O que é relevância social no conceito da Doutora Selma - transmitida a você, claro né. É dela o conceito. -, para essa escolha de sentenciar um processo de réu solto?

Informante (Daiane): Olha, eles estavam lá no Apolo, eles estavam como prioridade.

Desembargador: No Apolo?

Informante (Daiane): Eles estavam lançados no sistema como prioridade.

Desembargador: Mas quem lança essa prioridade?

Informante (Daiane): Eu não sei te falar Desembargador.

Desembargador: Mas estavam lançados os processos?

Informante (Daiane): Eles estavam lançados. Tanto que tem vários processos, do Humberto Bosaipo, do Riva, como relevância social, que tinha maior repercussão no Estado.

Desembargador: Espera ai. Relevância social escrito no Apolo?

Informante (Daiane): Eu acho que eles tem uma classificação lá. Salvo engano.

Desembargador: Eu desconheço. Isso é interessante.

Informante (Daiane): Mas eles tinham maior repercussão na mídia né? 




0 Comentários



    Ainda não há comentários.