'Ninguém é denunciado sem elementos mínimos', responde Mauro Curvo - Foco Cidade
  • Cuiabá, 14 de Agosto - 00:00:00

'Ninguém é denunciado sem elementos mínimos', responde Mauro Curvo


Da Redação - FocoCidade

Procurador-geral de Justiça, Mauro Curvo, respondeu às críticas de deputados que figuram no rol de denunciados pelo Ministério Público na Operação Bônus de um grande esquema de desvio de dinheiro público no Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Em entrevista à Rádio Capital, nesta sexta-feira (18), ao jornalista Paulo Coelho, o procurador-geral de Justiça pontuou que os denunciados terão direito a ampla defesa como prevê a Constituição. Mas reforçou seu entendimento de que “ninguém é denunciado sem elementos mínimos”.

A análise de Curvo se atém às críticas assinaladas por deputados como Wilson Santos (PSDB). Nesta semana ele classificou como “surreal” a citação de seu nome no decorrer do processo.

O tucano lembrou que ele foi um dos mais ferrenhos críticos à gestão do ex-governador Silval Barbosa. “Me surpreendeu o Ministério Público me colocar no rol de denunciados. Isso é surreal”.

 Mauro Curvo acentuou que “o fato de alguém ser denunciado não significa que seja culpado, mas que demonstra possível envolvimento,  mas há garantia da defesa”.  

Em relação ao impasse sobre realização de sessão na Assembleia Legislativa para deliberar sobre soltura do deputado Mauro Savi, preso na Operação Bônus, Curvo lembrou que “o direito não é ciência exata como matemática, mas depende de interpretação das normas. Eu entendo que não caberia ao parlamentar deliberar”.  




0 Comentários



    Ainda não há comentários.