• Cuiabá, 22 de Maio - 00:00:00

Hospital de MT revalida selo de 'Amigo da Criança'


 - Foto: Marcelo Sandrin - Presidente do HBSH
Assessoria de Imprensa/HBSH

Após 3 anos de trabalho, o Hospital Beneficente Santa Helena (HBSH) conquistou novamente a certificação de Hospital Amigo da Criança. Essa iniciativa foi idealizada em 1990 pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e pelo UNICEF para promover, proteger e apoiar o aleitamento materno.

O objetivo é mobilizar os funcionários dos estabelecimentos de saúde para que mudem condutas e rotinas responsáveis pelos elevados índices de desmame precoce. 

Essa certificação é mundialmente conhecida, já que ao assinar a Declaração de Innocenti, em encontro em Spedale degli Innocenti, na Itália, o Brasil, um dos 12 países escolhidos para dar partida à IHAC, formalizou o compromisso de concretizar os Dez Passos nos hospitais do País. Em março de 1992, o Ministério da Saúde e o Grupo de Defesa da Saúde da Criança, com o apoio do UNICEF e da OPAS (Organização Pan-Americana de Saúde), deram os primeiros passos para tornar realidade o projeto, que visa informar profissionais de saúde e o público em geral; trabalhar pela adoção de leis que protejam o trabalho da mulher que está amamentando; apoiar rotinas de serviços que promovam o aleitamento materno; e combater a livre propaganda de leites artificiais para bebês, bem como bicos, chupetas e mamadeiras.

O Hospital Santa Helena recebeu pela primeira vez essa certificação em 2009, quando foi habilitado pelo projeto. “A certificação deve ser renovada de 3 em 3 anos, já que deve seguir todos os tramites e manter a qualidade no atendimento às mamães”, declarou o presidente do HBSH, Dr. Marcelo Sandrin.

Para receber o selo ainda, as unidades de saúde devem seguir os dez passos para o sucesso do aleitamento materno, que são: Passo 1) Ter uma NORMA ESCRITA sobre aleitamento materno que deverá ser rotineiramente transmitida por toda a equipe de cuidados de saúde; PASSO 2) Treinar toda a equipe de cuidados de saúde, capacitando-a para implementar essa norma; PASSO 3) Informar todas as gestantes sobre a vantagem e o manejo do aleitamento; PASSO 4) Ajudar as Mães a iniciar o aleitamento na primeira hora após o nascimento; PASSO 5) Mostrar as mães como amamentar e como manter a lactação; PASSO 6) Não dar ao recém-nascido NENHUM outro alimento ou bebida além do leite materno; PASSO 7) Praticar o alojamento conjunto, permitindo que mãe/bebe permaneçam juntos 24 horas por dia; PASSO 8) Encorajar o aleitamento materno sobre livre demanda, então seio materno dia e noite; PASSO 9) Não dar bicos ou chupetas a crianças amamentadas ao seio; e PASSO 10) Encorajar estabelecimento de grupos de apoio ao aleitamento para onde as mães deverão ser encaminhadas, por ocasião da alta do hospital, no nosso caso o “disk dúvidas” e “Doutoras do Peito”, coleta à domicílio e agendamento para curso de Doulas.

“Nós estamos extremamente felizes com esse reconhecimento e pela conquista novamente dessa certificação. Para nós é muito importante esse reconhecimento ao qual eu divido com todos os funcionários desse hospital que são os principais merecedores dessa certificação pelo trabalho que desenvolvem e pelo cuidado que têm, principalmente com as crianças e com as mamães”, falou Sandrin.




0 Comentários



    Ainda não há comentários.