• Cuiabá, 25 de Maio - 00:00:00

Orquestra Sinfônica da UFMT apresenta 1ª edição da Série 'Benedito Pedro Dorileo'


Foto: Assessoria  - Foto: Foto: Assessoria Sexteto de Metais da Orquestra Sinfônica da UFMT. Foto: Assessoria
Da Assessoria

Como parte da Temporada “Cuiabá Tricentenária”, a Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Mato Grosso (OSUFMT) apresenta a primeira edição da Série “Benedito Pedro Dorileo”, de música de câmara. A apresentação acontece neste domingo (20), no Auditório do Centro Cultural, às 10h. A entrada é gratuita.

A proposta é oferecer um novo conceito e horário de música erudita na Universidade. “O objetivo é destacar o que temos de melhor para que a sociedade possa desfrutar de um repertório variado e de qualidade, ampliando as possibilidades por meio de novos formatos e horários de performances, como ocorre nas principais cidades do mundo”, explica o maestro da Orquestra, Fabrício Carvalho.

Ainda segundo o maestro, a série compreende apresentações de orquestra de câmara. “A música de câmara consiste em a qualquer formação que se limite a poucos instrumentistas, portanto, destinada a pequenos espaços.

Diferentemente da orquestra sinfônica, cada instrumentista geralmente tem sua partitura exclusiva. Cada um toca notas por si só, dando maior protagonismo individual a cada músico. Nesta edição, o destaque é o Sexteto de Metais. Por sua vez, a homenagem é a um dos principais incentivadores e criadores da Orquestra da UFMT”, explica.

O programa é composto por 12 peças, entre compositores clássicos, como Tchaikovsky, Giacchino Rossini, Jaques Offenbach, passando pelo jazz (pelas peças “Mood Indigo” e “XIX Julho”) e por faixas consagradas da música popular brasileira e internacional, como “Autumn Leaves”, “Bésame Mucho”, “Garota de Ipanema”, “Wave”, “O bom filho à casa torna”, “Medrosa” e “Trem do Pantanal”. A música regional é evidenciada por músicas de rasqueado selecionadas e da peça “Vuelve Madrecita”, da compositora cuiabana Zulmira Canavarros. 

Os músicos participantes desta etapa são os instrumentistas Jader Evangelista Gonçalves e Benedito Fausto Pereira Borges Filho (trompete), Jorival Ramos de Moraes e Gunarwingrem Júnior, como convidado (trombone), Eurico Rocha de Castro (tuba) e Marcelo Mendonça (bateria e percussão).




0 Comentários



    Ainda não há comentários.