• Cuiabá, 22 de Maio - 00:00:00

Desembargador avisa que eventual soltura de Savi pode acabar em prisão dos demais


Da Redação - FocoCidade

A Justiça se antecipou à possível decisão na Assembleia Legislativa na tentativa de assegurar a soltura do deputado Mauro Savi, preso na quarta-feira (9) na Operação Bônus, num grande esquema de corrupção no Departamento Estadual de Trânsito (Detran). 

Por meio de ofício encaminhado ao Poder, o desembargador José Zuquim Nogueira avisa que já comunicou, conforme requerido pelo Ministério Público Estadual (MPE), ao secretário de Justiça e Direitos Humanos e o diretor do Centro de Custódia da Capital que se abstenham de soltar o deputado estadual Mauro Savi, caso a Assembleia Legislativa aprove resolução no sentido de colocá-lo em liberdade.

O desembargador alerta os parlamentares "sob pena de responderem por obstrução de justiça, desobediência e ato de improbidade adminsitrativa".

Em que pese o Poder Legislativo ter sido avisado anteriormente acerca de impedimento sobre decisão de soltura do parlamentar, a Procuradoria-Geral da Casa de Leis emitiu parecer com interpretação de que entendimento pontuado por Zuquim nesse sentido, carece de trânsito em julgado junto ao Supremo Tribunal Federal (STF). 




0 Comentários



    Ainda não há comentários.