• Cuiabá, 22 de Maio - 00:00:00

Prefeituras iniciam campanha de vacinação contra gripe na segunda-feira


Da Redação - FocoCidade

Em razão do cenário temeroso da proliferação do vírus influenza (H1N1), prefeituras em Mato Grosso como as de Várzea Grande e Sinop iniciam na próxima segunda-feira (23) ações seguindo a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe.

O município de Várzea Grande recebeu da Secretaria Estadual de Saúde, 21 mil doses da vacina, que começam a serem aplicadas ao grupo prioritário. O Dia D, será realizado no dia 12 de maio, último dia da campanha.

Ente os dias 23 de abril a 12 de maio serão imunizadas crianças entre 6 meses e 5 anos, maiores de 60 anos, trabalhadores da saúde, professores, pessoas privadas de liberdade, com necessidades especiais, gestantes, mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias e indígenas. Segundo o Ministério da Saúde, este ano, a vacina e tetravalente , protege contra os vírus H1N1, influenza B e o H3N2, tipos que provocaram um aumento significativo de casos e de mortes relacionadas a essas gripes em todo o país.

Várzea Grande já registra sete casos suspeitos de H1N1 somente este ano, desses nenhum foi confirmado, todos os casos estão sob investigação. A ação de prevenção está sendo desenvolvida pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio do departamento de vigilância epidemiológica que intensificou os trabalhos no controle do vírus e monitoramento dos casos.

De acordo com as orientações da gerente da Vigilância Epidemiológica, Relva Cristina de Moura, a pessoa que apresentar sintomas, como febre alta, dores intensas de cabeça e no corpo e tosse por mais de três dias, devem procurar a unidade de saúde mais próxima. "Nossos profissionais de saúde de todos os PSFs (Programa Saúde da Família) e também das Policlínicas receberam capacitação sobre o vírus. Então toda e qualquer pessoas que estiver com esses sintomas devem ir a uma unidade de saúde, para tratamento", afirma.

Relva explica que o clima chuvoso e fresco, aumenta os riscos do contagio. Ela afirma ainda que a recomendação é ingerir muito líquido, abrir portas e janelas das residências para que se mantenha arejada e lavar bem as mãos, mantendo-as higienizada.

Os postos de vacinação são as 19 unidades da Saúde do município entre elas as Policlínicas e Programa Saúde da Família (PSFs). Lembrando a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Relva de Moura, que a vacina nesta primeira etapa são só para os grupos classificados pelo Ministério da Saúde como prioritários. 

A transmissão dos vírus influenza se dá por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). Os sintomas da gripe são: febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. Já o agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.

A Secretaria Municipal de Saúde orienta também à população a adotar cuidados simples para evitar a doença, como: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto; não compartilhar objetos de uso pessoal; além de evitar locais com aglomeração de pessoas.

Sinop

Terá início, na próxima segunda-feira (23), a campanha nacional de vacinação contra a influenza. O município, por meio da Secretaria de Saúde, seguirá o calendário do Ministério da Saúde e a meta, em Sinop, é de imunizar 90% dos grupos prioritários, aproximadamente 26.446 pessoas.

A vacina contra a influenza estará disponível nas unidades básicas de saúde do município, sendo em 22 salas de vacina, com horário de atendimento das 7h30 às 10h30 e no período da tarde, das 13h30 às 16h30.

Conforme o Ministério da Saúde, a contraindicação da vacina é para quem tem alergia severa a ovo. Acima de nove anos a vacina é em dose única e deve ser anual.

O público-alvo para receber as doses gratuitamente no SUS são:

- pessoas a partir de 60 anos;

- crianças de seis meses a cinco anos;

- trabalhadores da área de saúde;

- professores das redes pública e privada;

- mulheres gestantes e puérperas;

- indígenas;

- pessoas privadas de liberdade (incluindo adolescentes cumprindo medidas socioeducativas);

- profissionais do sistema prisional;

- portadores de doenças que aumentam o risco de complicações em decorrência da influenza.

Tipos de vírus

A vacina desse ano tem a possibilidade de proteger contra três tipos de vírus da gripe: o Influenza A, nas variações H1N1 e H3N2 e influenza B.

Dia D será em 12 de maio

O Ministério da Saúde confirmou também que o Dia D será no próximo dia 12 de maio, quando ocorre a mobilização nacional. (Com assessoria)




0 Comentários



    Ainda não há comentários.