• Cuiabá, 16 de Julho - 00:00:00

Medeiros acusa JBS de provocar desemprego ao fechar frigoríficos em MT


Da Redação - FocoCidade

Senador José Medeiros (Pode) alertou para as consequências sociais do fechamento de vários frigoríficos em Mato Grosso, e atribuiu a culpa pela situação ao grupo JBS. Isso porque segundo o parlamentar, o grupo JBS comprou várias empresas do setor e fechou fábricas que geravam empregos e estimulavam a economia em diversas cidades do estado.

“Em Mato Grosso, havia frigoríficos de pequeno, médio e grande porte, que empregavam de 300 até mil pessoas. Quando a JBS assumiu o controle fechou tudo. Ela deixou algumas plantas no estado, mas Vila Rica, por exemplo, uma cidade de 30 mil habitantes, perdeu 700 empregos, Carlinda, que tem 10 mil habitantes, perdeu 500 empregos. Isso é bastante significativo e de muito impacto social. Portanto, esse é o rastro: plantas fechadas uma atrás da outra”, destacou o senador que visitou no último fim de semana essas cidades e outras como Guarantã do Norte, Matupá, Peixoto de Azevedo e Alta Floresta, onde constatou o drama social vivido pela população mato-grossense.

José Medeiros cobrou providências ao governo para que os frigoríficos fechados possam ser vendidos em leilão e voltar a gerar empregos.

O senador criticou a política de aplicação de recursos do BNDES em empresas escolhidas como “campeãs nacionais”, acrescentando que os donos da JBS “não estão nem aí para o Brasil”. “O capitalismo, quando ele é feito na modalidade capitalismo de compadres, ele se torna um dos piores sistemas econômicos, porque arrebenta com os outros e aí todo mundo fica na mão deles. E lá, em Mato Grosso, esta sendo assim”, afirmou Medeiros. (Com assessoria)




0 Comentários



    Ainda não há comentários.