• Cuiabá, 16 de Novembro - 00:00:00

Conselho de Justiça decide pela prisão domiciliar do ex-comandante da PM


Da Redação - FocoCidade

Conselho de Justiça decidiu pela prisão domiciliar e uso de tornozeleira pelo ex-comandante geral da Polícia Militar de Mato Grosso, Zaqueu Barbosa. Foram três votos favoráveis, e um contrário, sendo mantida apenas a prisão em regime fechado do cabo Gerson Correa Júnior.

Devido à complexidade do caso e a gravidade dos fatos, o parecer do Ministério Público foi pela manutenção da prisão dos dois.

Logo no início da audiência, realizada nesta sexta-feira (09), o promotor de Justiça Allan Sidney do O Souza requereu que o sigilo fosse retirado do processo. O pedido foi acolhido, por unanimidade, pelo Conselho de Justiça.

A denúncia contra os militares acusados de promoverem interceptações ilegais foi oferecida pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso em julho do ano passado. Na ocasião, foram denunciados três coroneis, um tenente-coronel e um Cabo da PM. São eles, respectivamente, Zaqueu Barbosa, Evandro Lesco, Ronelson Barros, Januário Batista e Gerson Correa Junior.

Os cinco respondem r pelos crimes de Ação Militar Ilícita, Falsificação de Documento, Falsidade Ideológica e Prevaricação, todos previstos na Legislação Militar.

A denúncia refere-se apenas aos delitos previstos na Legislação Militar de Mato Grosso. (Com assessoria)