• Cuiabá, 24 de Maio - 00:00:00

Prefeituras em crise financeira devem evitar gastos com Carnaval, avisa MPC


Da Redação - FocoCidade

Todas as prefeituras do Estado devem se abster da realização de despesas com Carnaval, caso o município esteja enfrentando, ou na iminência de enfrentar, qualquer tipo de dificuldade financeira. O alerta é do Ministério Público de Contas de Mato Grosso.

A medida visa resguardar a prestação de serviços essenciais como saúde, educação e segurança, bem como o pagamento dos servidores e prestadores de serviços.

O Alerta de Responsabilização prevê a análise de gastos por meio de contratações diretas, transferências voluntárias, convênios, patrocínios ou qualquer outra forma que acarrete destinação de recursos públicos para o carnaval 2018.

De acordo com o procurador-geral do MPC-MT, Getúlio Velasco Moreira Filho, os gestores municipais deverão realizar rigorosa análise dos critérios de oportunidade e conveniência, da realização do Carnaval de 2018. “Caso o interesse público não seja observado, o Ministério Público de Contas vai ingressar com representações de natureza interna para que eventuais irregularidades sejam apuradas e os responsáveis punidos.”

Esse alerta foi realizado também em Santa Catarina, Piauí e Tocantins. Em 2017, o Ministério Público de Contas de Mato Grosso emitiu alerta semelhante. Entretanto, esse ano a instituição solicita aos gestores uma resposta.

“O requerimento prevê prazo de 10 dias para que, caso não observe o alerta, o prefeito encaminhe ao MPC a descrição da despesa, realizada ou futura, contendo valor, objeto, forma de repasse e demais informações para que possamos tomar providências”, disse o procurador-geral. (Com assessoria)




0 Comentários



    Ainda não há comentários.