• Cuiabá, 18 de Janeiro - 00:00:00

Cuiabá anuncia mutirão para reduzir fila de 188,8 mil exames e consultas


Da Redação - FocoCidade

Seguindo a estratégia de reduzir as filas no SUS (Sistema Único de Saúde), a prefeitura de Cuiabá começou no sábado (6) uma força-tarefa direcionada aos exames e consultas especializadas a cargo da Central de Regulação.

Segundo a Secretaria de Saúde, a ação, acontecerá todos os sábados até a véspera da realização do 1º Mutirão de Exames e Consultas, previsto para início de fevereiro.

Conforme a secretária Municipal de Saúde, Elizeth Araújo a força-tarefa é a primeira de uma série de ações de impacto que serão realizadas pela SMS em 2018 na Central. Nesta, a equipe visa dar celeridade e transparência às 58.036 pessoas que aguardam por consultas especializadas e ainda às 130.783 por exames. Outro objetivo é apurar o real quantitativo e as especialidades da fila, e combater o índice de absenteísmo (pacientes que não comparecem aos procedimentos marcados) que chega a 62%.

“Parte dessas pessoas já tiveram a solicitação autorizada e marcada mas não compareceram. Como a Central possuía imensa dificuldade de contato, o número de absenteísmo foi ficando cada vez maior. Diante disso, nossa primeira medida emergencial de reestruturação da Central é liquidar as filas de espera e dar resolutividade para os casos de saúde paralisados. E faremos isso com o Mutirão. É só o começo, outras ações também serão realizadas para humanizarmos e darmos transparência à todos os serviços ofertados pela Central de Regulação", explicou Elizeth.

Lileine Lúcia da Silva, coordenadora de Regulação ressaltou que para a triagem foram adquiridos novos aparelhos de telefones com o intuito de alcançar o máximo de contatos possíveis. Os pacientes que a equipe não obtiver sucesso no contato terão seus nomes divulgados na mídia constando o dia dos atendimentos. A profissional destacou também, que o call center da unidade receberá uma nova estrutura nas próximas semanas para tornar rotina esse contato da Central com os pacientes. "Não estamos apenas preparando um mutirão para por fim à fila de espera. Estamos preparando uma nova fase da Central de Regulação que além de dar celeridade trará, sobre tudo, transparência e confiabilidade para quem busca atendimento na saúde pública da Capital", finalizou. (Com assessoria)




0 Comentários



    Ainda não há comentários.