• Cuiabá, 16 de Novembro - 00:00:00

MILITAR II


Ex-secretário-chefe da Casa Militar do Governo Blairo Maggi, o coronel PM (reserva) Walter de Fátima Pereira, reagiu às pontuações do deputado estadual Zeca Viana (PDT) acerca de uma possível intervenção militar.

"Acredito que uma intervenção militar não é a saída ideal, mas o caminho para começar a mudar. Os militares são passíveis de erros, mas a formação cívica e moral deles nos garante a legitimidade para acabar com a bandalheira reinante. Um desembargador que ganha mais de duzentos mil mensais mandar a PMRN ir trabalhar com 03 meses de salários atrasados de 3 mil mensais. A roubalheira no legislativo. Os conchavos nas obras públicas e a falta de esperança do povo. Tudo isso vai desaguar em terrível resultado. Os mandantes estão brincando com a paciência do povo", avaliou no grupo de WhatsApp do FocoCidade.

Walter de Fátima Pereira foi o primeiro comandante da Guarda Municipal de Várzea Grande, ajudando a instituir o projeto pioneiro em Mato Grosso na gestão de Várzea Grande então sob o prefeito Jaime Campos. Na administração sob Lucimar Campos, ele respondeu pela Secretaria de Defesa Social.