• Cuiabá, 13 de Dezembro - 00:00:00

Ministro Luiz Fux mantém afastamento do conselheiro Sérgio Ricardo


Da Redação - FocoCidade

Supremo Tribunal Federal (STF) negou recurso do conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Sérgio Ricardo, que tentava assegurar seu retorno imediato à cadeira na Corte de Contas.

Sérgio Ricardo, junto com os conselheiros Antonio Joaquim, Valter Albano, Waldir Teis e José Carlos Novelli, são citados na delação “monstruosa” do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), acusados de recebimento de propina em cerca de R$ 50 milhões.

Consta na delação do peemedebista que o programa MT Integrado foi utilizado pelo governo Silval Barbosa para assegurar repasse de propina aos conselheiros, que negam com veemência qualquer ato ilícito em suas atuações junto ao TCE.

Em outra ação, Sérgio Ricardo também é acusado de compra de vaga na Corte de Contas.

A decisão do STF é do ministro Luiz Fux, que em setembro deste ano determinou o afastamento dos conselheiros na esteira da Operação Malebolge, da Polícia Federal.

Conforme reportagem do site Midianews, "a decisão é da última quarta-feira (06), mas a íntegra ainda não foi publicada".




0 Comentários



    Ainda não há comentários.