• Cuiabá, 13 de Dezembro - 00:00:00

Risco do FEX não ser liberado neste mês leva Taques a intervir mais uma vez


Da Redação - FocoCidade

Governador Pedro Taques (PSDB) percorre nesta terça-feira (5), em Brasília, os labirintos de ministérios para tentar assegurar celeridade na liberação do FEX (Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações), da ordem de R$ 496 milhões.

O chefe do Executivo estadual também se reúne com representantes da bancada federal para discutir o assunto, num campo de incerteza sobre o real prazo para remessa dos recursos ao Estado. Na bancada, a expectativa é de que o projeto de lei em tramitação na Câmara Federal possa entrar na pauta de votação nesta semana, devendo em seguida passar pelo Senado. 

Em que pese as promessas do Governo Federal e apoio para agilizar o processo, na prática não se consegue alcançar o resultado esperado. O temor do Executivo é de que a verba possa não ser liberada no período desejado, o que deverá projetar a piora das dificuldades de fluxo financeiro nos cofres de Mato Grosso.

O efeito disso será a saia justa nos repasses para a Saúde e ainda referente ao salário dos servidores em delineado escalonamento.

Na Câmara Federal, o presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) prometeu ao Estado apoio para liberação dos recursos do FEX, mas ao que tudo indica seu foco no momento é garantir respaldo para votar a Reforma da Previdência ainda neste ano (PEC 287/16).




0 Comentários



    Ainda não há comentários.