• Cuiabá, 13 de Dezembro - 00:00:00

Estado amplia distribuição de cartões Pró-Família a municípios da região Sul


Da Redação - FocoCidade

O Governo anunciou a ampliação das ações de entrega de cartões do programa Pró-Família. A previsão é de entrega de mais de 1.100 cartões durante a passagem da 11ª edição da Caravana da Transformação, que acontece no município de Rondonópolis a partir desta segunda-feira (4), com encerramento na sexta-feira (8).

A ação ocorre por meio da Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT). Segundo o Executivo, serão beneficiadas 910 famílias em situação de vulnerabilidade social com o cartão alimentação.

As entregas serão realizadas durante a passagem da 11ª edição da Caravana da Transformação, que acontece no município de Rondonópolis (210 km de Cuiabá), entre os dias 04 e 08 de dezembro.

O cronograma contempla nove municípios da região sudeste do Estado. Entre os municípios atendidos estão Rondonópolis (cidade-sede), Paranatinga, Santo Antônio do Leste, Itiquira, Ouro Branco – distrito de Itiquira, Guiratinga, Tesouro, Pedra Preta e São José do Povo.

Já na segunda-feira (04.12), serão beneficiadas famílias de Paranatinga e Santo Antônio do Leste, com 144 cartões Pró-família, que é um complemento de renda no valor de R$ 100 para ajudar na manutenção alimentar. O recurso só pode ser usado para a compra de alimentos em mercados credenciados pelo Estado.

Na região Sul e região do Araguaia, o Governo do Estado já fez a entrega de 1.163 cartões aos municípios de Alto Garças, Alto Taquari, Araguainha, Dom Aquino, Jaciara, Juscimeira, Primavera do Leste e São Pedro da Cipa.

Os profissionais que integram a rede de proteção, agentes comunitários de saúde e assistentes sociais, também irão receber o cartão, que confere um complemento na renda salarial da equipe técnica. Serão entregues 302 cartões para os profissionais. O valor repassado é de R$ 100 para agentes comunitários e R$ 300 para assistentes sociais.

O objetivo da estratégia do Governo do Estado é promover a melhoria das condições de vida das famílias com maior grau de vulnerabilidade social por meio da oferta de um conjunto de ações intersetoriais planejadas, levando em conta a necessidade de cada família e as especificidades do território onde ela reside.

A secretaria de Trabalho e Assistência Social, Mônica Camolezi, ressalta que o programa tem como objetivo atender famílias do Estado em situação de vulnerabilidade e fazer o monitoramento dessas famílias, para que o Estado possa identificar as fragilidades e promover a inclusão sócio produtiva dessas famílias.

A titular da Setas reforça que o grande diferencial do Pró-família é o foco no monitoramento e acompanhamento das famílias assistidas. “O monitoramento contínuo feito pelas agentes de saúde e assistentes sociais, que compõem a equipe técnica, é o maior benefício dado às famílias. O nosso objetivo é comemorar a saída dessas famílias do programa, com qualificação e uma condição de vida mais digna”, destacou a secretária Monica Camolezi.

O governador Pedro Taques destaca que a condição de vulnerabilidade social das famílias é diretamente influenciada e agravada pela falta de acesso às redes de serviços. “O Pró-família foi pensando para chegar nessas famílias que vivem em situação de vulnerabilidade e prestar esse apoio continuado para superação das dificuldades”, enfatizou.

Até dezembro deste ano, 9.907 famílias, distribuídas em mais de 70 municípios do interior que já foram beneficiadas com o cartão Pró-família. (Com assessoria)




0 Comentários



    Ainda não há comentários.