• Cuiabá, 24 de Novembro - 00:00:00

Rui Ramos alerta para risco de encerramento de convênios do MT Saúde


Da Redação - FocoCidade

O MT Saúde, plano de saúde dos servidores públicos foi pauta na sexta-feira (14) de reunião no Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso. Atrasos nos repasses colocam em risco a continuidade de convênios. Presidente do TJ, desembargador Rui Ramos, alerta para as consequencias aos usuários do sistema e busca solução junto aos representantes do Estado.

Um grupo de médicos, acompanhado pelo deputado estadual Guilherme Maluf, apresentou ao presidente do TJ, Rui Ramos Ribeiro, uma radiografia da atual situação do MT Saúde. De acordo com os profissionais, o cenário é crítico e, certamente, ficará mais complicado com a suspensão, por parte dos hospitais, do atendimento aos usuários do serviço.

A primeira ação destacada pelos médicos possivelmente será o cancelamento dos atendimentos nas unidades de saúde com o encerramento do convênio com o MT Saúde.

“Estou extremamente alarmado com esse contexto sinalizado pelos médicos. E, com isso, diante desse quadro, tomei a decisão de agendar reunião na próxima semana com o secretário estadual de Fazenda, Gustavo Oliveira e com o presidente do MT Saúde, Maurélio Ribeiro, para que possamos avaliar e buscar saídas”, frisa o presidente do TJ, lembrando que a população, especialmente os mais de 30 mil usuários do plano de saúde, não podem ser prejudicados.

O Estado aponta dificuldades de fluxo de caixa e acentua estar buscando resolver a dívida na Saúde bem como em relação ao MT Saúde.

Presenças

O grupo de médicos é integrado pelos diretores presidentes dos hospitais Santa Rosa, José Ricardo de Mello, Santa Rita, Alencar Farina e Jardim Cuiabá, Arilson Arruda, da Cooperativa dos Profissionais de Saúde do Hospital Santa Rosa, Antônio Manoel Cardoso Fernandes e da Cooperativa dos Médicos do Hospital Jardim Cuiabá, Nadim Amui Júnior. Além dos médicos, a reunião com o presidente contou com a participação do advogado André Cardoso, do Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde (Sindessmat) e Geneci Batista da Silva Almeida, diretora executiva do Hospital Amecor. (Com assessoria)

 




0 Comentários



    Ainda não há comentários.