• Cuiabá, 15 de Dezembro - 00:00:00

Luiz Carlos Nigro pode assumir Casa Civil do Estado


Nome de Nigro, segundo fonte do governo, contaria com simpatia do governador para substituir Paulo Taques                       - Foto: Nome de Nigro, segundo fonte do governo, contaria com simpatia do governador para substituir Paulo Taques
Sonia Fiori

O secretário adjunto de Turismo do Estado, Luiz Carlos Nigro, pode assumir o comando da Casa Civil do Estado, substituindo Paulo Taques, que deve permanecer no staff em sistema de remanejamento sendo avaliado pelo governador Pedro Taques (PSDB).

Fonte do Palácio Paiaguás destaca o nome de Nigro como um dos mais fortes para chefiar a Casa Civil. A possível definição, que ainda passaria pelo crivo do governador, contaria com pontos favoráveis em razão de ser o atual secretário adjunto de Desenvolvimento do Turismo, detentor de bom trânsito no meio político, mesmo não pertencendo ao meio.

Segundo fonte, Paulo Taques discute com o chefe do Executivo estadual as alterações no Poder. As principais mudanças no comando de pastas passaram a ocorrer após a saída do posto do ex-secretário de Educação do Estado, Permínio Pinto (PSDB).

Foi o resultado da Operação Rêmora, deflagrada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado), em investigação sobre fraudes em licitações e contratos de 23 obras públicas para construção de escolas, no valor global de R$ 56 milhões. Em que pese Taques asseverar confiança no não envolvimento do ex-gestor, ele teria pedido sua exoneração da função para colaborar com as investigações.

O lugar do tucano foi ocupado pelo então secretário de Planejamento, Marco Marrafon, sendo substituído interinamente pelo secretário adjunto, José Bussiki. Nesta semana o então secretário de Fazenda, Paulo Brustolin entregou seu pedido de demissão ao governador, que aceitou. Brustolin e Paulo Taques seguiam em rota de colisão, gerando dissabores para o chefe do Executivo estadual.

A possibilidade de Paulo Taques deixar a Casa Civil já foi aventada várias vezes. Desta vez, segundo fonte, o secretário estaria avaliando estratégias para melhoria da performance da administração pública, que passaria pela troca de seu posto.

Nesta sexta-feira, o governo confirmou o nome do ex-presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), Ricardo Tomczyk, como o novo secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso. Ele assumiu a função até então a cargo de Seneri Paludo, que agora está à frente da Sefaz. Outros remanejamentos passariam por análise.   

Nigro presidiu o Sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado (SHRBS-MT), além de ter atuado como diretor da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA). Foi nomeado subsecretário de Desenvolvimento do Turismo do Estado na gestão Pedro Taques. É empresário, e também mantém vínculo com o Grupo de Hotéis Mato Grosso (Homat). Ele se licenciou das funções diretas com a área para gerir o turismo no Estado.




0 Comentários



    Ainda não há comentários.