• Cuiabá, 21 de Janeiro - 00:00:00

Explosão populacional influencia municípios


Administrada pelo prefeito ?rico Piana, o número de eleitores de Primavera do Leste evoluiu 72%.                                                                       - Foto: Administrada pelo prefeito ?rico Piana, o número de eleitores de Primavera do Leste evoluiu 72%.
Sonia Fiori
Levantamento junto à justiça eleitoral revela que 31 dos 141 municípios de Mato Grosso sofreram queda do número do eleitorado em 12 anos (2004/2016). Os dados apontam a redução da população economicamente ativa em municípios do interior que tem sua base na economia o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A realidade econômica de cidades como Torixoréu, General Carneiro e Guiratinga, e outras na linha de frente das perdas, pode piorar se for levado em consideração que o número de habitantes é fator preponderante para cálculos de repasse de verba carimbada.
 
No balanço, Torixoréu, sob o prefeito Odoni Mesuita Coelho, foi o município que mais sofreu impacto. Possuía em 2004, 3.466 eleitores. Passou para 2.803 em 2016, com redução de 19,13% do eleitorado no período. Por ordem, General Carneiro, sob Magali Amorim, constata 18,02% de diminuição. Eram 4.344 eleitores. Agora somam 3.561. O terceiro município a amargar reflexos negativos é Guiratinga. Na gestão de Hélio Goulart, contabiliza 16,67% de redução. Em 2004 a cidade pontuou 10.171 eleitores. No atual exercício, são 8.476.
 
Explosão econômica
 
Se por um lado os municípios sofreram impacto negativo em relação ao número do eleitorado, por outro, muitas cidades no Estado revelam um quadro de crescimento expressivo. Isso denota a explosão econômica alicerçada no desenvolvimento promovido pelo setor do agronegócio. É o caso de Lucas do Rio Verde, no comando do prefeito Otaviano Pivetta. A cidade evoluiu em 146,20% do quadro de eleitores, somando no atual cenário 36.661 votantes. Eram 14.891 em 2004.
 
Também chama a atenção o crescimento do eleitorado em Nova Mutum, sob o prefeito Adriano Pivetta, confirmando 125,91% de evolução. São 26.269 votantes em 2016. No início do levantamento, somavam 11.628. Administrada pelo prefeito Érico Piana, Primavera do Leste evoluiu 72%.  São 44.734 votantes no cenário atual, contra 26,008 em 2004.
 
Análise
 
Esse quadro traduz mudanças motivadas pela economia, em que trabalhadores buscam novas vagas de emprego em municípios que estão em franca expansão no Estado. “São motivos totalmente econômicos. Os trabalhadores das pequenas cidades estão indo atrás de emprego. As melhores oportunidades de trabalhos estão em ilhas de prosperidade do agronegócio. Daí a redução da PEA (População Economicamente Ativa) nos pequenos municípios e aumento nos grandes”, observou o economista Vivaldo Lopes.
 
Em sua avaliação, esse quadro não afeta de imediato os valores relativos ao Fundo de participação dos Municípios (FPM) e ICMS. “Os efeitos virão a médio e longo prazos com a redução das populações e da atividade econômica dessas cidades”.




0 Comentários



    Ainda não há comentários.