• Cuiabá, 15 de Novembro - 00:00:00

Aos Ladrões de Sonho o lixo

Eles estão em todos os lugares e as vezes bem mais próximos do que você imagina.

Podem estar na esquina a falar que você não vai comprar aquele carro.

As vezes vão te dizer que aquela viagem internacional é muito para o seu caminhãozinho.

Vão te dizer que aquela menina linda jamais ira te dar bola.

Que aquela moto é veloz demais pra você.

O curso que você esta de olho não é pra pessoas do seu tipo.

Que aquela televisão de último tipo não vai caber na sua sala e nem na sua vida.

Que sua voz não é boa o bastante.

Que você não tem o corpo ideal para aquele esporte que mexe com você.

Que você não pode se emocionar, por que chorar é coisa de gente fraca.

Você não pode, não consegue, não deve, esquece isso, abandone, deixa pra la, você não nasceu pra isso.

E assim vamos deixando um monte de coisas pelo caminho. Algumas poderão ser recuperadas se você quiser, mas outras infelizmente se perderão de fato.

Ladrões de sonhos malditos, se recolham ao mundo nojento e triste que vocês vivem. Deixem aqueles que voam voar, deixem aqueles que cantam cantar. Se recolham a insignificância de sua falta de esperança, voltem para o inferno daqueles que nada conseguem realizar.

Xô vermes malditos, voltem, voltem para bem longe daqueles que ainda sonham e querem realizar.

Que a sua bába fétida mascarada num belo sorriso não consiga tocar aqueles que de fato vão fazer algo diferente, algo que você jamais sonhou, porque Ladrão de Sonhos não sonha ele apenas tenta destruir a beleza do outro que em sí não há.

Quanto a você tente, cante, dance, ande, corra, viaje, namore, case, vença, sonhe, sonhe, sonhe e principalmente realize. Lembre-se, não existe nada mais poderoso que o querer e se você de fato quiser do fundo do seu coração nada poderá te deter.

Não aos ladrões de sonho, não aos “amigos” que ficam tirando sarro, não a todos os vermes que acordam todos os dias para apagar a luz do outro. Não, não e não.

Luiz Fernando Fernandes é jornalista em Cuiabá.



0 Comentários



    Ainda não há comentários.