• Cuiabá, 22 de Outrubro - 00:00:00

Ajustes espirituais

Na sequência de abordagens sobre essa fase de regeneração em que entra o planeta Terra, ela não se dá só nos planos metafísicos e espirituais. Isso já aconteceu antes nas fases preparatórias para o momento atual. Faz tempo que o planeta vem sendo preparado pra enfrentar a sua transformação numa orbe (como chamam os espíritas) onde habite a justiça. No seu sentido mais amplo e divino.

Agora fase é prática. Pés no chão. Vejamos o Brasil, que vamos usar como exemplo. Sua velha política está morrendo dia após dia em altíssima velocidade. O mês de setembro é emblemático. As pedras da política começaram a cair rapidamente e só vão parar quando nada mais houver da velha tradição de 517 anos.

Mas vamos nos deter também em Mato Grosso. Desde 2014 com a  chamada Operação Ararath e outras da mesma natureza, começaram a cair pedras. Pedrinhas no começo. Hoje chegou-se a um ponto que parecia impossível imaginar-se há 3 anos. Mas ainda é só o começo. Muito mais virá na sequência. Serão desmontadas todas as estruturas apodrecidas de todos os poderes.

Não parece difícil acreditar, vendo o que já se viu a partir de ontem. A jóia da coroa da poder político, o Tribunal de Contas do Estado, está com as fraldas sujíssimas. O que dizer dos outros poderes?

Tudo  isso faz parte de uma estratégia do que chamamos aqui de governo oculto do mundo, pra retomar o controle das nações e das gestões públicas. Tirá-los das mãos oportunistas que dele tomaram posse ao longo do tempo.

Sem nenhum pudor de camuflar a linguagem, o que está acontecendo no Brasil é a retomada da nação que esteve esse tempo todo nas mãos de gente conhecida e assaltante. O Brasil é, segundo Chico Xavier, “a pátria do evangelho e coração do mundo”. E Mato Grosso, segundo a profecia de Dom Bosco, de 1895, “a terra da promissão, fluente de leite e de mel”. Traduzindo: Mato Grosso está profundamente ligado à alimentação do mundo e ao armazenamento de recursos naturais como água, madeiras, minérios e oxigênio. O mundo dependerá daqui e pagará caríssimo pra ter esses recursos. Mas precisarão estar nas mãos da sociedade e não de políticos sem escrúpulos. O Brasil, idem.

Está se lavando a “Escada de Jacó”, pra usar um termo de ascensão da Maçonaria. Tempo de regeneração do Bem sobre o Mal! Tempo de ajustes espirituais inevitáveis. O assunto continuará.

 

Onofre Ribeiro é jornalista em Mato Grosso

onofreribeiro@onofreribeiro.com.br   www.onofreribeiro.com.br         



0 Comentários



    Ainda não há comentários.