• Cuiabá, 19 de Novembro - 00:00:00

Cristo precisa voltar

Tudo na vida está em movimento, já dizia Heráclito. O rio de águas correntes nunca será o mesmo.

Se as leis da química, física e biologia enquadram-se nessa premissa, quanto mais as ciências sociais, a sociologia, a antropologia e as ciências políticas, enfim, a própria condição humana que está na história e no porvir.

A própria Bíblia judaico-cristã evoluiu, ou simplesmente mudou, a depender do ponto de vista. Não fosse assim, existiria somente um Testamento, ao invés de dois, o Novo e o Velho.

Diante de circunstâncias tão óbvias da dinâmica da vida e da natureza, por que é que alguns religiosos crêem que a história e revelação da verdade das coisas como um todo encerraram-se dois mil anos atrás?

De lá para cá fizemos o quê? Ficamos estáticos, apenas com o olho no passado? Só existe "um livro"? Toda produção remanescente ou alheia a ele não tem valor algum, tampouco nos ajuda a rever nossas certezas e a compreender algo?

Para quem crê em Deus, é razoável pensar numa existência tão restrita, autoritária e hostil, para não dizer medíocre e desprezível, projetada por Ele, ao ponto de quem não se amoldar à visão doutrinária e dogmática de uma dada religião ir direto para o inferno, ou pelo menos para o purgatório? Mais vale estar na igreja sem ajudar ao próximo, ou fazer o bem fora dela?

Quando é que os religiosos entenderão, por exemplo, que não é a condição sexual de um ser humano que serve de subsídio para julgar e condenar seu caráter, seu futuro e seu passado, sobretudo quando há amor e fidelidade no relacionamento? E, sim, atitudes como a usura e a avareza, a luxúria e a ganância, a ira e a violência, a gula, a cobiça e a inveja, a preguiça, o orgulho e a vaidade, tudo, fruto do egoísmo, da ignorância e da maldade.

Será que com tanto descalabro visto hodiernamente na política, na economia, na sociedade, produto da corrupção e dos "pecados capitais" epigrafados acima, alguns setores da igreja ainda insistirá em colocar como matéria de sua competência e missão a "cura gay"? Vai ficar assistindo desenho para ver se o Mickey e o He-Man são homossexuais? Isso só pode ser demência ou paranóia, coisa de gente doente, enrustida ou sem ter o que fazer, infeliz e lamentavelmente.

Jesus realmente precisa voltar de novo. Entretanto, não é para buscar qualquer pessoal. É para ensinar tudo de novo, principalmente aos ditos cristãos, que parecem viver noutro Mundo, que, porém, também não é o Céu. Deve ser o "Matrix".

 

Paulo Lemos é advogado em Mato Grosso.



0 Comentários



    Ainda não há comentários.