• Cuiabá, 16 de Outrubro - 00:00:00

Luta inglória

É uma batalha perdida.  A luta por preservar o ser humano de ser arrasado,  devastado pelo álcool, vem sendo perdida.

Com autorização governamental,  temos agora bebidas preparadas com alto teor alcoólico voltadas para o público juvenil e até infantil. 

Estão anunciando e comercializando ‘Pithulecos’ de leite condensado, ‘Nutella e Vodka’ como sobremesa??? 

A única razão é viciar precocemente nossos jovens.  Depois de angariar uma multidão de homens, hoje dependentes químicos do álcool e, após focar seus esforços no segmento feminino que hoje bebê 30x mais cerveja que há 15 anos,  vamos agora pegar os jovens e trazê-los para nossa fiel clientela.

A saúde através da  sociedade está a cada dia mais chocada com a passividade dos nossos governantes perante os graves fatos que nos legarão para o futuro um número de doentes cada dia maior. 

Álcool para nada serve e a balela de que em baixa dose pode proteger-nos e de uma risível e triste constatação.  Você que está iniciando, ninguém pode dizer se com baixa dose você no futuro não será um alcoólatra grave. A dependência gerada é individual.

Por isso amigos, pedimos a todos que nos auxiliem na cruzada anti-álcool e por uma saúde melhor. Só para recordar, o mundo das drogas ilegais é aberto ao indivíduo após sua iniciação alcoólica.  Ajude-nos a transformar esta luta inglória em caso de sucesso.

Veja o fumo. Medidas sérias e continuadas reduziram em quase 50% o número de iniciantes e dependentes em 20 anos. Basta lutar e lutar.

 

Marcelo Sandrin é médico em Cuiabá



2 Comentários



    Ainda não há comentários.