• Cuiabá, 27 de Maio - 00:00:00

Travessia 2017-2018

Na última terça-feira participei de uma reunião na sede da Tv Bandeirantes, em Cuiabá, pra discutir a implantação aqui do núcleo da REDE DE AÇÃO POLÍTICA PELA SUSTENTABILIDADE – RAPS.  Trago o assunto por sua  extraordinária relevância. O que pretende o RAPS? A resposta é simples e extremamente oportuna nesses tempos de desmontes dos valores da nação. Especialmente a política.

A proposta é “mudar o Brasil através de lideranças políticas construídas, atraídas da sociedade, capacitadas e instruídas pra mandatos monitorados por valores nacionalistas e éticos”.  A formação dessas lideranças seria feita numa espécie de incubadora (o RAPS), fora da atual configuração partidária do país, acreditando que haverá uma mudança na legislação até 2018. Mas para essa mudança indispensável e estratégica na legislação faltam propostas, que não se espera venham da maioria dos componentes do atual Congresso Nacional.

Acredita-se que entre 2017 se construirá obrigatoriamente no Brasil um novo pacto social e político com vistas às eleições nacionais de 2018. Indaguei ao apresentador se conseguiremos construir uma travessia política e social entre 2017 e 2018.  Acredita que sim, pelo interesse de camadas sociais que estão buscando um novo pacto pra o Brasil fora dos códigos de conduta da política vigente. É preciso redesenhar os governos para que haja sustentabilidade dentro de um novo tipo de sociedade que certamente virá pós-crise.

A platéia de cerca de 30 pessoas era composta principalmente por jovens empresários, profissionais liberais e dirigentes de instituições, e alguns ligados ao setor público, como o secretário estadual de Educação, Marcos Marrafon, um dos líderes do RAPS. Mas esse leque certamente vai se abri muito no futuro próximo.

Prometo voltar ao assunto. Confesso que fiquei muito entusiasmado porque é um movimento nacional dirigido por pessoas isentas do comprometimento com a política atual na forma como ela vem sendo exercida. Mas, principalmente, porque virá da sociedade esse tipo de célula de pensamento político. Está muito claro que todos os brasileiros estão profundamente descontentes com o Brasil que está no nosso colo.

Onofre Ribeiro é jornalista em Mato Grosso

onofreribeiro@onofreribeiro.com.br   www.onofreribeiro.com.br



0 Comentários



    Ainda não há comentários.